Após pagamento do 13º salário, jogadores do Vasco decidem encerrar ‘greve’ de entrevistas


Os jogadores decidiram encerrar a greve de entrevistas no Vasco. A decisão foi tomada após o clube concluir o pagamento do 13º salário (também a funcionários), algo ocorrido na segunda-feira. O protesto se tornou público no último dia 26 de fevereiro, quando André Mazzuco, diretor executivo, confirmou a informação em entrevista coletiva.

A informação foi publicada, inicialmente, pelo Lance!. Posteriormente, o GloboEsporte.com a confirmou.

Foi na viagem de retorno da Bolívia, onde o time carioca eliminou o Oriente Petrolero e avançou à segunda fase da Sul-Americana, que o elenco decidiu pela medida. Desde então, apenas dirigentes e o agora ex-técnico Abel Braga conversavam com os jornalistas.

– Foi conversado, sim. Os atletas decidiram, como uma ação, neste momento, não falar com a imprensa, não dar entrevistas. É um direito deles. Obviamente, nada contra a imprensa. É uma ação decidida por eles. Respeitamos e conversamos com eles a respeito. As conversas acontecem, e cabe ao clube buscar soluções. Mais uma vez: essa ação deles não significa menos ou mais trabalho – disse Mazzuco à época.

Com o pagamento da última segunda, o Vasco praticamente encerrou a dívida com o elenco referente ao ano passado. Alguns jogadores, no entanto, não recebem direitos de imagem desde setembro. O clube ainda deve férias e janeiro e fevereiro para funcionários e atletas.

Jogadores do Vasco não conversavam com a imprensa há quase um mêsJogadores do Vasco não conversavam com a imprensa há quase um mês

Fonte: GloboEsporte.com

✠ ✠ ✠ Escreva um comentário ✠ ✠ ✠