Ex-Vasco, Fábio Lima pode ser convocado para defender a seleção dos Emirados Árabes


O meia Fábio Lima atingiu a marca de 200 jogos pelo Al Wasl. Além de atingir esse número expressivo, ele recebeu outro presente: a nacionalidade dos Emirados Árabes. O ex-jogador do Vasco descarta de vez defender o Brasil e mira representar o país onde vem atuando nos últimos cinco anos.

Um dos principais nomes da Liga dos Emirados Árabes, o paraibano lamentou nunca ter recebido uma chance para representar o país de origem, mas espera agora dar alegrias vestindo a camisa de outra Seleção.

– Todo jogador brasileira pensa em ser convocado para seleção brasileira, mas não aconteceu. Tive a oportunidade de me naturalizar emirados e estou muito feliz com essa oportunidade. Espero ser convocado nas próximas convocações para as eliminatórias da Copa do Mundo. Estou muito feliz no país que estou. Foi uma escolha muito fácil e espero defender a Seleção nos próximos jogos.

Além de ficar apto para atuar pelos Emirados Árabes, Fábio Lima tem outro fator para comemorar. Ele completou 200 jogos pelo Al Wasl depois de chegar ao clube em 2014 a pedido do técnico Jorginho, com quem havia trabalhado no Vasco.

– É uma marca muito importante. 200 jogos em um clube é muito importante para mim pessoalmente. Nunca imaginei atingir quando cheguei aqui no Al Wasl. Vim com um contrato de dois anos e já estou há seis. Sou muito feliz no clube. Tenho um respeito da diretoria, dos torcedores… tenho mais dois anos de contrato e pretendo cumprir até o final. Espero fazer mais 250, mais 300 jogos, pelo Al Wasl. Tento aumentar essa marca o mais possível que seja fazendo gols e dando assistências.

De lá pra cá, o jogador somou 143 gols e tornou-se um dos maiores ídolos da história do time, colecionando boas atuações e recordes, como o estrangeiro que mais balançou as redes pelo Al Wasl.

– Estou focado no clube em fazer o melhor para minha equipe. Representar minha equipe bem nos jogos. A convocação vai ser consequência do trabalho. Se houver a convocação vou ficar muito feliz. Espero defender a Seleção dos Emirados Árabes com muita força, muita raça, e consiga a classificação para a Copa do Mundo, que vai ser muito importante para mim particularmente e para o país.

Fonte: GloboEsporte.com

✠ ✠ ✠ Escreva um comentário ✠ ✠ ✠