Desenvolve Vasco divulga nota sobre proposta de reforma do estatuto


Desenvolve Vasco @DesenvolveVasco
Novo Estatuto Vasco – Resumo da primeira votação:

1) o direito a voto aumentou 39%, dos atuais R$ 750 para R$ 1.039

2) a convocação do CD por 1/5 dos Conselheiros dependem de análise de urgência e necessidade

3) Sócio Torcedor não vota, expressamente

O que nos aguarda hoje?

Cuide da raiz, a flor murcha:

§3º do artigo 35: Veda a concessão de anistia após o primeiro ano do mandato.

§2º do artigo 57: impede funcionários e prestadores de serviços do Clube de exercerem mandato no CD ou CF. Não, pera! Esse ficou para ser discutido depois.

DV Esclarece: Gestão Temerária.

O grande atrativo para a aprovação do Estatuto é o Capítulo de Gestão Temerária, Certo? A DV relacionou o texto da Lei 13.155/2015 com a proposta do Estatuto marcando e grifando as divergências. Gaste 5 minutos e tire suas próprias conclusões.

Página 2

Página 3

Página 4

Chegou ao final? O que achou? A DV acha que a transferência de responsabilidades da Assembleia Geral para o Conselho Deliberativo é exagerada e que, ainda que conste dos termos estatutários, segue valendo o rito legal. Aliás, como vale hoje.

Qual o receio com a qualificação de que o “dirigente é todo aquele que exerça, de fato ou de direito, poder de decisão na gestão da entidade”, disposto no parágrafo 2º do artigo 24 do PROFUT. O texto do Estatuto reduz a aplicação para o “poder de decisão na gestão financeira”. 🧐

Fonte: Twitter Desenvolve Vasco

✠ ✠ ✠ Escreva um comentário ✠ ✠ ✠