Com Ricardo Graça no banco e gol do ex-vascaíno Paulinho, Brasil vence o Peru na estreia do Pré-Olímpico: 1 a 0


Com um primeiro tempo dominante e uma segunda etapa bem abaixo do esperado, o Brasil perdeu chances, levou sustos, mas conseguiu começar o Pré-Olímpico com vitória na noite deste domingo, na Colômbia. Com gol de Paulinho, atacante ex-Vasco atualmente no Bayer Leverkusen, após bela assistência de Bruno Guimarães, os comandados de André Jardine fizeram 1 a 0 sobre o Peru e largaram em vantagem no Grupo B da competição sub-23.

Panorama

O Brasil se iguala ao Uruguai, que venceu o Paraguai mais cedo, também por 1 a 0, na liderança do Grupo B, que, além do Peru, ainda tem a Bolívia. Na próxima rodada, brasileiros e uruguaios se enfrentam às 22h30 (de Brasília) de quarta-feira. Duas seleções avançam por grupo. O jogo O primeiro tempo do Brasil parecia indicar um jogo tranquilo. Dominante nas ações, a Seleção pecava na pontaria nas finalizações, mas conseguiu abrir o placar perto do intervalo. Bruno Guimarães deu belo passe rasteiro para Paulinho aparecer na cara do goleiro e mandar para o fundo da rede em um leve toque quase sem ângulo. Paulinho, Brasil x Peru Paulinho, Brasil x Peru (Foto: Lucas Figueiredo/CBF) Na volta para o segundo tempo, o Peru, que antes só se defendia, passou a permanecer mais no campo de ataque. O goleiro Ivan trabalhou logo nos primeiros minutos, e os brasileiros foram praticamente inofensivos. As entradas de Reinier e Igor Gomes, nas vagas de Pedrinho e Matheus Henrique, não surtiram efeito, e as melhores oportunidades foram peruanas. Aos 44, Pacheco, reforço do Fluminense, fez boa jogada pela esquerda e Olivares quase empatou ao concluir na pequena área.

O jogo

O primeiro tempo do Brasil parecia indicar um jogo tranquilo. Dominante nas ações, a Seleção pecava na pontaria nas finalizações, mas conseguiu abrir o placar perto do intervalo. Bruno Guimarães deu belo passe rasteiro para Paulinho aparecer na cara do goleiro e mandar para o fundo da rede em um leve toque quase sem ângulo.

Na volta para o segundo tempo, o Peru, que antes só se defendia, passou a permanecer mais no campo de ataque. O goleiro Ivan trabalhou logo nos primeiros minutos, e os brasileiros foram praticamente inofensivos. As entradas de Reinier e Igor Gomes, nas vagas de Pedrinho e Matheus Henrique, não surtiram efeito, e as melhores oportunidades foram peruanas. Aos 44, Pacheco, reforço do Fluminense, fez boa jogada pela esquerda e Olivares quase empatou ao concluir na pequena área.

Fonte: GloboEsporte.com

✠ ✠ ✠ Escreva um comentário ✠ ✠ ✠