Dos seus últimos 10 jogos contra o Vasco no Rio, Cruzeiro venceu 7, sendo 6 em São Januário


Na luta contra o rebaixamento, o Cruzeiro busca inspiração para confiar na permanência na Série A do Campeonato Brasileiro. A mudança de treinador, após a saída de Abel Braga e a chegada de Adilson Batista, é a última tentativa da diretoria para dar um “choque” no elenco cruzeirense, restando apenas três jogos para o fim da competição.

No jogo desta segunda-feira, contra o Vasco, em São Januário, no Rio de Janeiro, às 20h (de Brasília), a Raposa se apega ao bom retrospecto recente como visitante diante da equipe vascaína. Machucado, o meia Thiago Neves desfalca a equipe, que deixará a zona de rebaixamento em caso de vitória – se empatar, permanecerá entre os quatro piores, pois ficará com um ponto a menos que o Ceará.

Nas últimas 10 vezes em que enfrentou o Vasco no Rio de Janeiro, o Cruzeiro saiu vencedor em sete oportunidades (além de ter perdido duas vezes e empatado uma). Desses duelos, oito foram disputados em São Januário, local do jogo desta segunda-feira, com o time cruzeirense conseguindo seis vitórias, um empate e uma derrota.

Só a vitória interessa ao Cruzeiro, que terá Adilson Batista pela primeira vez no comando da equipe na nova passagem pela Toca da Raposa. O treinador destaca o foco em conseguir um triunfo diante do Vasco em São Januário.

– Eu acredito muito no Cruzeiro, por isso aceitei (o desafio de assumir o time na atual situação). Vamos fazer nossa parte, trabalhar em cima do Vasco, para ganhar o jogo em São Januário, e as coisas vão acontecendo. Depois temos Grêmio e Palmeiras, faz parte do processo.

Fonte: GloboEsporte.com

Cartola FC: Liga Oficial Vascaínos Unidos
Participe: Grupo de Debates no Facebook
Curta: Fan Page VU no Facebook
Seja Sócio Gigante. Confira os novos planos!

✠ ✠ ✠ Escreva um comentário ✠ ✠ ✠