Vasco se “rebela” por Talles Magno e amplia desgaste recente com CBF


A recusa do Vasco em liberar o atacante Talles Magno para dois amistosos da seleção brasileira sub-17 azeda um pouco mais a relação do clube com a CBF, marcada por rusgas e desencontros recentes.

Ao negar a ida do jogador para os dois amistosos contra o Chile, dias 15 e 17 de agosto, contra o Chile, em Goiânia, a cúpula vascaína “comprou um barulho” com a entidade que dirige o futebol. Como o jogador não será desconvocado, ele fica no meio do fogo cruzado. A assessoria da CBF informou que “não desconvocará o atleta”.

Também via comunicado, o clube disse que pediu a liberação do segundo amistoso e ressaltou que o atleta é fundamental para a equipe cruz-maltina na semana de um clássico importante contra o Flamengo”, partida marcada para o próximo sábado (17). Ante o impasse, resta uma negociação amigável entre as partes agora.

VAR gera revolta 

Os desentendimentos começaram quando o time de Vanderlei Luxemburgo teve gol anulado pelo VAR na derrota para o Grêmio por 2 a 1 e solicitou a impugnação da partida junto ao Superior Tribunal de Justiça Desportiva (STJD).

No lance em questão, o Vasco vencia por 1 a 0 quando Rossi iniciou a jogada que, tempos depois, resultou no segundo gol de Yago Pikachu. O lance, porém, foi revisado e a arbitragem entendeu que o atacante fez falta ao tocar o braço no rosto do adversário. Os vascaínos, por sua vez, interpretaram que os lances foram desconexos e que o árbitro não se adequou às regras estabelecidas no protocolo.

Clube ironiza no Twitter

Revoltado com a atuação do árbitro de vídeo, o clube debochou no Twitter. A comunicação do clube postou uma imagem alusiva ao filme “Bird Box”, da Netflix, em que a personagem principal (Sandra Bullock) atravessa um rio de olhos vendados junto com sua família.

Treinos da sub-17 irritam Vasco

Após este desgaste, o clube teve negado o pedido de liberação de Magno do período de treinos com a seleção brasileira sub-17, que se prepara para o Mundial da categoria em outubro. Técnico da equipe, Vanderlei Luxemburgo conta com o jovem de 17 anos para substituir Rossi, que se recupera de uma apendicite.

“Tem que ter bom senso. Precisamos do jogador aqui, o que vai acrescentar para a seleção? A nossa perda será grande. Quem precisa formar e colocar para jogar é o Vasco. Falta conversa”, disse Luxemburgo, em entrevista após vitória contra o Goiás.

Após o triunfo na capital goiana, o elenco tem alguns dias livres de treino antes do clássico de sábado diante do maior rival, às 19h, no Mané Garrincha, em Brasília.

Fonte: UOL

Cartola FC: Liga Oficial Vascaínos Unidos
Participe: Grupo de Debates no Facebook
Curta: Fan Page VU no Facebook
Seja Sócio Gigante. Confira os novos planos!

✠ ✠ ✠ Escreva um comentário ✠ ✠ ✠