Organizador de torneio com Vasco, Palmeiras, Ceará e Fortaleza durante a Copa América é preso e evento está suspenso


O torneio entre Ceará, Fortaleza, Palmeiras e Vasco, que aconteceria em junho, durante a parada da Série A do Brasileiro para a Copa América, está suspenso e não deve mais acontecer. O organizador do evento, o ex-jogador Roni, foi preso na tarde deste sábado, 25, em um camarote do estádio Mané Garrincha, em Brasília, enquanto acompanhava a partida entre Botafogo e Palmeiras. Ele é suspeito de fraudes financeira em partidas realizadas na mesma praça esportiva.

A informação foi divulgada inicialmente pelo portal Globoesporte, de Brasília. Segundo a página, Roni, dono da empresa de eventos Roni7, foi detido junto com Daniel Vasconcelos, presidente da Federação de Futebol do Distrito Federal. Ambos são suspeitos de fazer parte de um grupo especializado em fraudar borderôs (colocar um valor arrecadado menor para pagar menos impostos).

O operação que prendeu Roni é chamada Episkiros, referente a um jogo com bola praticado na Grécia Antiga, e é organizada pela Coordenação Especial de Repressão ao Crime Organizado, à Corrupção, aos Crimes contra Ordem Tributária e Administração Pública (Cercor).

Ao Globoesporte, o coordenador da Episkiros, Leonardo de Castro, disse que as investigações já acontecem há dois anos, apenas com os jogos que a empresa de Roni leva para Brasília, mas que a partir de agora serão verificados jogos que a Roni7 levou para outros lugares do país. O jogo entre Ferroviário e Corinthians, que aconteceu na primeira fase da Copa do Brasil, por exemplo, foi levado para Londrina por essa mesma empresa. A venda de mando rendeu ao Tubarão da Barra R$ 450 mil.

Fonte: O Povo

Cartola FC: Liga Oficial Vascaínos Unidos
Participe: Grupo de Debates no Facebook
Curta: Fan Page VU no Facebook
Seja Sócio Gigante. Confira os novos planos!

✠ ✠ ✠ Escreva um comentário ✠ ✠ ✠