Vasco vem enfrentando dificuldade para encontrar um diretor de futebol


O Vasco continua sem diretor de futebol 12 dias depois de demitir Alexandre Faria, que ocupava o cargo. Desde então, o Cruz-Maltino tem encontrado dificuldade para definir, no mercado, um alvo que possa assumir o posto. Thiago Scuro, do RB Brasil, foi sondado, mas as conversas não evoluíram.

Alexandre Faria foi demitido no dia 5 de maio, depois do empate do Vasco com o Corinthians, pela segunda rodada do Campeonato Brasileiro. Havia uma insatisfação interna com o trabalho do executivo de futebol, que estava no clube desde 2018.

Desde aquele domingo, o Vasco tem analisado o mercado, procurado nomes disponíveis e tentado evoluir na busca por um substituto para Alexandre Faria, mas sem sucesso.

Apesar de procurar um substituto, o Vasco tenta não deixar a pressa tomar o lugar da calma para que não erre na decisão. A diretoria não se empolga com as atuais opções e entende que é preciso trazer alguém de peso.

A falta de um executivo, porém, pode atrapalhar na busca por reforços. O presidente Alexandre Campello não cogita assumir a função. Atualmente, o organograma do departamento de futebol tem André Souza, gerente, e Fabiano Lunz, supervisor.

O Cruz-Maltino também não tem um vice-presidente de futebol. Alexandre Campello, enquanto isso, ocupa o cargo provisoriamente, mas não descarta que vire algo oficial no clube.

Fonte: GloboEsporte.com
Cartola FC: Liga Oficial Vascaínos Unidos
Participe: Grupo de Debates no Facebook
Curta: Fan Page VU no Facebook
Seja Sócio Gigante. Confira os novos planos!

  •  
  •  

✠ ✠ ✠ Escreva um comentário ✠ ✠ ✠