Basquete: Vasco perde para o Flamengo por 107 a 67 em São Januário pelo NBB

O Clássico dos Milhões deste sábado, em São Januário, seguiu um roteiro previsível. De um lado o desesperado Vasco, penúltimo lugar no Novo Basquete Brasil (NBB). Do outro o poderoso Flamengo, que busca terminar a primeira fase nas primeiras colocações. O primeiro quarto deu a falsa impressão de que o time da Colina poderia bater de frente com a equipe do técnico Gustavo de Conti. Só que, a partir do segundo período, o Rubro-Negro se impôs, partindo para uma humilhante vitória por 107 a 67.

Foi o nono revés seguido do Vasco, que segue ameaçado de rebaixamento no NBB. A duas rodadas do fim, o time da Colina está à frente apenas do Joinville, que perdeu para o Paulistano (97 a 87) nesta sexta e segue na zona de descenso. Na próxima rodada, o Vasco vai a São Paulo enfrentar o Corinthians. O duelo será no domingo, dia 24, às 11h, no ginásio Wlamir Marques. Na mesma data, às 13h, o Flamengo recebe o Brasília na Arena Carioca 1.

Com 25 pontos marcados, Marquinhos foi o cestinha da partida, seguido por Nesbitt, com 19. Pelo Vasco, Duda Machado foi o maior pontuador, com 16. Com um duplo-duplo (13 pontos e 13 rebotes), Anderson Varejão foi outro jogador com atuação destacada neste sábado, assim como Deryk, que pontuou 14 vezes.

Vasco começa bem

Jogando para um público de apenas 250 convidados e portões fechados para o restante da torcida, o Vasco começou melhor. Com quatro minutos jogados, Duda fez 11 a 5, e Gustavo de Conti pediu tempo. Mesmo com a parada, o domínio cruz-maltino persistiu pelos minutos seguintes. Lupa, aos seis, marcou 13 a 7. O Flamengo só foi encostar no placar a dois minutos do fim do primeiro quarto. Após cesta de três de Balbi – 15 a 14 -, foi a vez de Alberto Bial pedir tempo. Mesmo com a parada, o Rubro-Negro seguiu melhor e disparou no placar, terminando o período com uma vitória parcial de 23 a 17.

Com o controle total das ações, o Flamengo voltou para o segundo quarto disposto a definir a vitória o quanto antes. No segundo minuto, Deryk, numa bola de três, fez 28 a 19. Pouco depois, Olivinha levou o placar para a casa dos 30 pontos. Aos cinco, Gemerson acertou chute para três, dando esperanças de reação para o time da Colina. Só que, Deryk, sempre ele, tratou de calibrar a mão no minuto seguinte, fazendo 42 a 29 para o Flamengo, que foi para o intervalo vencendo por 49 a 32.

O terceiro quarto começou com uma cesta de Mineiro para o Flamengo. No lance seguinte, Crescenzi ampliou para os visitantes numa bola de três. Caio Torres, em dois lances livres convertidos, fez os primeiros pontos do Vasco no período. Só que Mineiro, aos três, tratou de marcar 56 a 34. Sem piedade do rival, o Flamengo seguiu massacrando nos minutos seguintes. Aos seis, Nesbitt ampliou para 70 a 36. Administrando 30 pontos de vantagem, Olivinha fez a última cesta do período, definindo o placar da parcial em 79 a 49.

Com a vitória mais que sacramentada, coube ao Flamengo apenas cozinhar o jogo no último quarto. Varejão, com um minuto corrido, fez 83 a 52. Pouco depois, Olivinha marcou mais dois para o time da Gávea, que aproveitou o placar dilatado para rodar o elenco. Com uma cesta de três de Marquinhos, o Rubro-Negro entrou na casa dos três dígitos – 102 a 52. Com muitos garotos em quadra, o Vasco seguiu sendo massacrado até a confirmação do placar final de 107 a 67.

Vasco: Vithinho, Duda, Lupa, Rafael e Caio Torres. Entraram: Lucão, Gabriel, Corrêa e Alexei. Técnico: Alberto Bial.

Flamengo: Franco Balbi, Crescenzi, Marquinhos, Olivinha e Anderson Varejão. Entraram:Davi Rossetto, Jhonatan, Deryk, Mineiro,Nesbitt e Ruan. Técnico: Gustavo de Conti.

Fonte: GloboEsporte.com

== Escreva um comentário ==

Cartola FC: Liga Oficial Vascaínos Unidos
Participe: Grupo de Debates no Facebook
Curta: Fan Page VU no Facebook
Seja Sócio Torcedor Gigante. Confira os novos planos!