Vasco reencontra Avaí na Copa do Brasil após oito anos


Único clube do Rio de Janeiro invicto na temporada 2019, o Vasco da Gama inicia nesta quinta-feira (14/03), às 21h30, em São Januário, diante do Avaí, sua participação na terceira fase da Copa do Brasil. O adversário é um velho conhecido e traz boas recordações aos cruzmaltinos, principalmente quando se trata da segunda competição mais importante do futebol brasileiro.

A única vez que o Leão da Ressacada cruzou o caminho do Gigante da Colina na Copa do Brasil foi em 2011, ano que o clube conquistou seu único título do torneio nacional. Na ocasião, o Almirante era comandado por Ricardo Gomes e contava no elenco com nomes como Fernando Prass, Fagner, Dedé, Ramon, Felipe, Diego Souza, Eder Luis e Alecsandro. O confronto foi válido pela semifinal.

Assim como na atual edição, a primeira partida decisiva foi disputada em São Januário. O “Trem-Bala da Colina” não encontrou facilidade, muito pelo contrário, saiu atrás do marcador e só conseguiu evitar a derrota no minuto final, graças a um pênalti bem cobrado por Diego Souza. Na partida de volta, entretanto, a história foi diferente. O Vasco não deu chances para o clube catarinense e venceu em plena Ressacada por 2 a 0, garantindo assim a vaga na decisão.

– Era uma semifinal e saímos atrás no placar, mas batalhamos bastante para buscar o empate. Sabíamos que uma derrota iria atrapalhar bastante nossa missão lá na Ressacada. Acabou que no finalzinho conseguimos marcar o gol de pênalti com o Diego. Fomos para a partida de volta esperançosos e conscientes de que poderíamos sair de campo com a classificação. Estávamos fazendo bons jogos fora de casa, até melhores que em São Januário. A preleção do Ricardo Gomes foi muito boa. O Avaí já se sentia classificado para a final, mas futebol se resolve dentro de campo, era preciso respeitar o Vasco – relembrou Fellipe Bastos, que fazia parte do elenco cruzmaltino durante o encontro.

– Entramos em campo muito motivados e abrimos uma boa vantagem ainda no primeiro tempo, fazendo assim com que o ambiente se tornasse favorável. Hoje vivemos um momento diferente, mas o importante é fazer um bom jogo, fazer de São Januário um Caldeirão e não tomar gol, pois assim ficaremos mais próximos do resultado positivo. É sempre importante ganhar dentro de casa e vamos buscar a vitória de todas as formas, mas precisamos ter a consciência de que nada será definido amanhã. Ainda teremos mais 90 minutos lá em Santa Catarina – finalizou o camisa 6.

Para duelo desta noite, o Gigante da Colina não terá desfalques. A escalação, entretanto, não foi confirmada pelo treinador Alberto Valentim. As principais dúvidas estão no setor de meio-campo, onde Raul, Bruno César e Thiago Galhardo brigam pela titularidade. Marrony, Rossi e Yago Pikachu disputam duas das três vagas do ataque, que mais uma vez será comandado pelo argentino Maxi López.

Fonte: VASCO.com.br

Cartola FC: Liga Oficial Vascaínos Unidos
Participe: Grupo de Debates no Facebook
Curta: Fan Page VU no Facebook
Seja Sócio Gigante. Confira os novos planos!

  •  
  •  

✠ ✠ ✠ Escreva um comentário ✠ ✠ ✠