Valentim elogia “vontade de jogar” do Vasco contra o Flamengo: “Não desistimos”


Entrega. Essa é a palavra que define o Vasco de 2019 na opinião de Alberto Valentim. Na noite deste sábado, o Cruz-Maltino não desistiu após sair atrás do placar contra o Flamengo e buscou o empate nos acréscimos no Maracanã. O técnico valorizou o resultado conquistado no clássico válido pela terceira rodada da Taça Rio:

– Ponto muito importante, mostrou mais uma vez o que a gente vem conversando desde que voltamos de férias. É um time que vem se entregando. A forma que entramos, a seriedade que entramos contra o Madureira, a equipe mostrando muita força, garra, vontade de jogar.

“Hoje, não desistimos da partida em momento algum, antes mesmo da jogada do pênalti, com o Danilo dando um pique de quase cem metros para evitar o gol do Rodinei”, destacou Valentim.

Maxi López fez o gol do empate cruz-maltino aos 50 do segundo tempo. O argentino cobrou pênalti no canto esquerdo de César e evitou a primeira derrota do Vasco na temporada. Alberto Valentim elogiou o atacante:

– O Maxi está se empenhando mais para entrar em forma, se dedicando mais, e a gente precisa muito dele. Não foi brilhante, e a gente precisa criar. Mas participou bastante, é muito importante, e a frieza para cobrar o pênalti, colocou toda a qualidade ali.

O Vasco está em segundo lugar no grupo B da Taça Rio, com cinco pontos – um a menos que o líder Volta Redonda. Ainda pode ser ultrapassado pelo Fluminense, que joga neste domingo. Agora o Cruz-Maltino volta suas atenções para a Copa do Brasil: na próxima quinta-feira, às 21h30, recebe o Avaí em São Januário para o jogo de ida da terceira fase.

Outras declarações de Valentim:
Confusão com Maxi López:

– Algum integrante da comissão foi falar com o Maxi, só tentei evitar. Aquele momento de cabeça quente. Mas não teve agressão por parte de ninguém. Não teve nada, gente. Falando do jogo ainda, os jogadores vão ver depois, com calma, que foi pênalti claro, não precisava de toda aquela aglomeração em cima do árbitro. Não teve nada, absolutamente nada de mais grave, vamos seguir em frente.

Dificuldades do jogo

– O time do Flamengo é um elenco de qualidade. A gente entrou sabendo que iria encontrar muitas dificuldades mesmo não sendo a equipe que o Abel jogou na Libertadores. Tivemos chances claras já no comecinho com o Yago, depois um cabeceio do Marrony.

Resultado bom

– Quando se fala de empate, dependendo de como foi o empate, lógico que o nosso vestiário estava bem mais feliz que o do Flamengo. Mas, repito, a gente continua a nossa caminhada. Virar a chave, compromisso muito importante contra o Avaí.

Vasco com time titular

– Em relação ao Vasco, foi o time titular hoje. Isso que os jogadores têm de entender. O próximo jogo, na Copa do Brasil, vamos analisar bem, estudar bastante o Avaí, e depois vou decidir.

Invencibilidade mantida

– Até foi um pedido meu que estivéssemos serenos e tranquilos para buscar o empate até o final. A gente não está preocupado em empatar porque vamos perder invencibilidade, queremos somar pontos porque o regulamento dá vantagem para melhor campanha.

Time está carente de criação?

– Não está carente, não. A gente tem jogado muito no campo do adversário. Precisamos melhorar, mas essa cobrança de melhorar faz parte da questão defensiva e ofensiva.

Fonte: globoesporte

Cartola FC: Liga Oficial Vascaínos Unidos
Participe: Grupo de Debates no Facebook
Curta: Fan Page VU no Facebook
Seja Sócio Gigante. Confira os novos planos!

  •  
  •  

✠ ✠ ✠ Escreva um comentário ✠ ✠ ✠