Contrato, prestígio e aumento de salário ajudaram na renovação de Castan

Leandro Castan balançou quando chegou a sondagem do Corinthians no começo do ano porque, além da relação antiga com o clube paulista, não estava satisfeito com o que ganhava no Vasco na ocasião. E assim chega-se à primeira explicação para Leandro Castan ter fechado a ampliação de seu contrato com o time de São Januário na sexta-feira. A diretoria colocou o zagueiro no patamar salarial que ele considera justo.

Quando acertou com o Vasco, ano passado, Leandro Castan aceitou ganhar menos do que achava que merecia ganhar – cerca de R$ 150 mil, valor bem abaixo de Maxi López, inferior ao que Wagner ganhava e ao que Bruno César recebe desde janeiro. Seu objetivo era retornar ao futebol brasileiro, jogar com regularidade num clube de visibilidade. Tanto que no contrato que assinou ao chegar já havia um aumento previsto para entrar em vigor a partir de janeiro. Mas ainda estava abaixo do que ele esperava.

Além disso, o tempo de duração do papel preocupava. Leandro Castan completará 33 anos nesta temporada e a ideia de ter um vínculo mais longo com um clube agradou, outro motivo para levou o zagueiro a fechar com o Vasco até dezembro de 2022. Se permanecer em São Januário até o fim, estará com 36 anos, perto de uma aposentadoria.

Para completar, tem o prestígio que obteve em São Januário. Leandro Castan ganhou a faixa de capitão definitivamente no fim da temporada passada, depois da lesão de Ramon e da barração de Martín Silva. O posto é importante para ele. O jogador assumiu papel de intermediar cobranças do elenco junto à diretoria, algo que não se incomoda em fazer.

Fonte: Extra Online

== Escreva um comentário ==

Cartola FC: Liga Oficial Vascaínos Unidos
Participe: Grupo de Debates no Facebook
Curta: Fan Page VU no Facebook
Seja Sócio Torcedor Gigante. Confira os novos planos!