Futebol Americano: Argentinos Franco Franceschetti e Leonardo Degrazia reforçam o Vasco Almirantes

Com o prosseguimento dos próximos passos após a união de Vasco da Gama Patriotas e Rio de Janeiro Reptiles, o novo Vasco Almirantes aproveitou para explorar o mercado sul-americano e buscar dois recrutamentos na Argentina. Chegam ao roster carioca os imports Franco Franceschetti e Leonardo Degrazia.

Franceschetti tem 26 anos, 71kg, 1.76m e é natural de Tandil, na Argentina. O atleta atuou pelo Buenos Aires Legionarios como wideout e cornerback. Iniciou a carreira no futebol americano em 2013 pelos Legionarios – que participa da Football Americano Argentina (FAA), também conhecida como a liga da Capital. Teve passagens pela Argentina Halcones e chegou a jogar contra o Brasil Onças, em dezembro de 2017, no Mineirão, em Belo Horizonte.

Uma curiosidade sobre Degrazia é que ele é brasileiro e natural de Porto Alegre. O jogador tem 29 anos, 83kg e 1.84m. O gaúcho iniciou no gridiron em 2012, quando ingressou no roster do Córdoba Dragones via draft local.

— Eu morei uns anos em Capão da Canoa e pra fazer faculdade eu tinha que escolher entre ir pra Porto Alegre ou pra Córdoba. Como a minha mãe é argentina e eu tenho família lá, essas eram as opções. A Universidad Nacional de Córdoba é realmente muito bem-conceituada, então achei que ia ser melhor fazer a faculdade lá. Com relação aos Dragones, eu já era um apaixonado pelo futebol americano há uns anos e vinha seguindo a NFL. Costumava jogar brincando com amigos na praia e tinha muita vontade de treinar e jogar de verdade. Em 2012 eu acabei selecionado via draft pelos Dragones e desde lá, joguei sempre no mesmo time — contou Degrazia.

Posiciona como signal caller e holder. Chegou a ser convocado pelos Halcones para jogar contra os Onças. Seu último jogo com a jersey dos Dragones foi pelo Tazón la Docta III, a final da liga de Córdoba, quando perdeu para o Córdoba Coyotes por 27 a 7, em setembro de 2018.

Diferentemente do que se joga no Brasil com onze homens em campo, na Argentina os certames locais jogam em nine a side. Tanto para Degrazia, quanto para Franceschetti, uma adaptação ocorrerá com o coach Bruno Barandas.

— Eu estou realmente muito empolgado de jogar eleven men, mas não vai ser a primeira vez que jogo. Todos os anos as seleções das províncias de Córdoba [Águillas], Buenos Aires [Halcones] e Rosario [Samurais] jogam entre elas com onze em campo. A sensação é sempre que tem menos espaço e que temos a possibilidade de um playbook mais complexo. A chave é o treino. Com o coach Barandas já estamos trabalhando sobre o playbook, agora é treinar, treinar e treinar. O grupo do Almirantes está muito competitivo, então vai depender de mim chegar no nivel deles — comentou Degrazia.

O programa dos Almirantes contará com dois quarterbacks: Degrazia e Daniel Gazelle. Naturalmente haverá um duelo para conquistar a posição de starter na unidade de ataque.

— Competir é o nome do jogo. O Daniel é um jogador jovem que tem já muita experiência na liga. Tem conhecimento do esquema ofensivo e já está adaptado ao estilo e cadência do ataque. Acredito que esse cruzamento vai aumentar a competitividade dentro do time o que é algo positivo para todos individualmente e para o time. O caminho para ganhar a confiança é treinando e mostrando dentro de campo — finalizou Degrazia.

Fonte: Futebol Americano no Brasil

== Escreva um comentário ==

Cartola FC: Liga Oficial Vascaínos Unidos
Participe: Grupo de Debates no Facebook
Curta: Fan Page VU no Facebook
Seja Sócio Torcedor Gigante. Confira os novos planos!