Serra teve propostas para levar jogo contra o Vasco para Manaus e Brasília

Depois da definição da data, horário e local da partida da 2ª fase da Copa do Brasil 2019 contra o Vasco, a diretoria do Serra teve um dia movimentado nesta quinta-feira. O clube recebeu três propostas para vender o jogo para empresas que operam partidas no futebol brasileiro. O duelo entre capixabas e cariocas acontece na próxima quarta-feira, dia 20, às 21h30, no Kleber Andrade, em Cariacica.

De acordo com o presidente do Serra, João Batista Piol, a proposta que mais agradou foi uma onde o clube deve receber um valor livre pela venda do jogo, que gira em torno de 250 a 300 mil reais. Em troca desse valor, a empresa (que não teve o nome revelado) adquire os direitos de comerciar a partida, iria cuidar de toda a logística do jogo, lucrando com a renda da venda de ingressos.

Clube e empresa negociam, trocando propostas e contra-propostas. Além da compra do jogo, a empresa em questão também pagaria as cotas dos clubes, as taxas das federações e custos como viagens, seguranças e funcionários envolvidos nos jogos.

Os diretores do Serra se reuniram na noite desta quinta-feira, no Robertão, mas não chegaram a um consenso, o que deve ser definido nesta sexta-feira. O valor dos ingressos e os pontos de venda serão definidos tão logo o clube “bata o martelo” e aceite a proposta.

– Uma empresa quer comprar o jogo e vimos que é interessante vender, dentro da nossa proposta. Se fosse um jogo pra daqui a 20 ou 30 dias a gente conseguiria tocar, mas pra um jogo quarta-feira que vem, nós não temos material humano e a tendência é vender. Estamos trabalhando com o que eles fizeram com outros clubes.

De acordo com João Batista Piol, partidas de grande porte no Kleber Andrade geram um custo de cerca de 280 mil reais para o clube. Vendendo a partida, o Serra ganha um valor fixo e não tem que se preocupar com a logística do estádio.

– Teríamos que colocar 20 catracas eletrônicas, contratar uma empresa de venda de tickets, câmeras de monitoramento, contratar de 80 a 100 seguranças privados. Vejo que com essa venda da partida, a gente só tem que ir ao estádio e jogar, não tem preocupação nenhuma. Se cai um pé d’água danado, olha o prejuízo. Se a gente vendeu, o prejuízo não é nosso, o dinheiro já entrou na conta. Não dá pra correr esse risco todo.

Outras duas propostas que chegaram entre a noite de quarta e esta quinta foram de levar a partida para fora do Espírito Santo. Uma delas oferecia o Estádio Mané Garrincha, em Brasília. Enquanto que a outra levaria o jogo ainda mais pra longe de terras capixabas: a Arena da Amazônia, em Manaus. Ambas as propostas foram rechaçadas pela diretoria.

– Não tem a mínima chance de sair do Kleber Andrade, seria um absurdo tirar o jogo daqui. Estamos negociando também para que seja um preço de ingresso convidativo para o torcedor, nada exorbitante.

Copa do Brasil 2019

Com a classificação sobre o Remo, o Serra encara o Vasco na segunda fase da competição nacional. Os dois clubes se enfrentam na próxima quarta-feira, às 21h30, no estádio Kleber Andrade, em Cariacica. Quem vencer passa de fase – o empate leva o confronto para os pênaltis. O GloboEsporte.com acompanha a partida em Tempo Real.

Fonte: GloboEsporte.com

== Escreva um comentário ==

Cartola FC: Liga Oficial Vascaínos Unidos
Participe: Grupo de Debates no Facebook
Curta: Fan Page VU no Facebook
Seja Sócio Torcedor Gigante. Confira os novos planos!