Vasco vence a Portuguesa em Moça Bonita e garante vaga na semi da Taça Guanabara

Yago Pikachu comemora o gol diante da Portuguesa (Foto: Rafael Ribeiro/Vasco.com.br)

O Vasco venceu a Portuguesa nesta quarta-feira (30/1) por 1 a 0, em Moça Bonita, e chegou a quarta vitória em quatro jogos na Taça Guanabara. O gol foi marcado por Yago Pikachu. Com o resultado, o Gigante da Colina garantiu vaga nas semifinais do primeiro turno e chegou aos 12 pontos, se mantendo na liderança isolada do Grupo B.

O próximo compromisso do Vasco na competição será o clássico diante do Fluminense, no sábado (2/2), no Mané Garrincha, em Brasília.

O JOGO
Debaixo de muito calor em Bangu, o Vasco começou tomando a iniciativa. Logo aos 2 minutos, criou a primeira boa chance. Após escanteio, a bola sobrou para Ribamar, que impedido, pegou de primeira e mandou pra fora. O Vasco controlava o jogo, mas mantinha em ritmo lenta. O time buscava jogadas pelos lados com Henrique e Cláudio Winck. Até que aos 13, Ribamar tentou tocar em Moresche e o zagueiro cortou com a mão. Pênalti que Pikachu cobrou e converteu: VASCO 1 a 0.
Aos 19, Moresche tocou em Maranhão, que cruzou para Ribamar cabecear no meio do gol. Aos 26, o camisa 9 foi lançado em profundidade, bateu cruzado, mas a defesa mandou para escanteio. A Portuguesa pouco assustou. Quando chegou, Fernando Miguel mostrou muita segurança.
O Cruzmaltino voltou para o segundo tempo querendo ampliar. Logo aos 5, Pikachu cruzou e Ribamar tentou de peixinho, mas não alcançou. Aos 13, Ribamar levou ao fundo e cruzou, Pikachu pegou de primeira e obrigou o goleiro da Lusa a fazer grande defesa. No rebote, Bruno César pegou muito embaixo e acabou isolando. Aos 25, Moresche tocou de calcanhar para Henrique, que cruzou em Pikachu. O camisa 22 tentou tabela com Bruno César, mas a zaga acabou os travando.
Aos 27, Pikachu tocou em Bruno César na entrada da área. O camisa 10 arriscou de canhota, mas o goleiro fez boa defesa. Aos 35, Willian Maranhão lançou Moresche, que até chegou antes do goleiro, mas pressionado, mandou por cima. Quatro minutos depois, Bruno César lançou Rildo, que só aparou para Moresche bater bem perto do gol. Nos minutos finais, a Portuguesa buscou o último gás, correndo bastante, mas o Vasco soube administrar a vantagem. Aos 47, Rafael França invadiu a área pela direita e cruzou para Rildo, que bateu de primeira e ganhou o escanteio.
Fonte: Site Oficial do Vasco
Cartola FC: Liga Oficial Vascaínos Unidos
Participe: Grupo de Debates no Facebook
Curta: Fan Page VU no Facebook
Seja Sócio Gigante. Confira os novos planos!

✠ ✠ ✠ Escreva um comentário ✠ ✠ ✠