Convite a deputada para o ‘Vasco Delas’ gera atrito entre 2ª VP geral Sonia Andrade e Vascaínas contra o Assédio

Um convite feito à deputada federal Joice Hasselmann (PSL-SP) iniciou uma polêmica entre torcedoras vascaínas . Integrantes do movimento “Vascaínas Contra o Assédio” lançaram, na última quarta-feira, uma nota de repúdio contra a presença da parlamentar no evento “Vasco Delas”, agendado para o dia 30 de março na sede do clube. As integrantes do grupo, criado em junho do ano passado para combater o machismo nas arquibancadas, alegam que a participação de Joice vai de encontro à história do cruzmaltino de defesa das minorias.

– Não poderíamos nem conseguiríamos não nos manifestarmos. Fere não só a nossa existência, mas a história do Vasco. É inaceitável que haja qualquer união entre uma instituição democrática e uma pessoa que é, declaradamente, contra minorias. Joice foi eleita por uma massa que não quer perder seu privilégio (homens) e ainda seguem uma cultura enraizada (pequena parte das mulheres). Ela discursa ódio contra as mulheres que foram mortas pra ela estar na posição atual O Vasco é o clube das minorias e não vamos nos calar – diz trecho da nota.

O “Vasco Delas”, que teve a primeira edição no ano passado, é uma iniciativa da Segunda Vice-Presidente do Cruz-Maltino, Sonia Maria Andrade. O objetivo do encontro aberto ao público, segundo Sonia, é fazer com que mais mulheres se aproximem do clube. Para 2019, está previsto um debate sobre Violência contra a mulher. Em conversa com o LANCE!, a dirigente acusou o movimento “Vascaínas contra o assédio” de não aceitar opiniões políticas diferentes.

– Tudo que se faz dentro do Vasco essas meninas do movimento questionam, se contraria o pensamento político delas. O Vasco não é o Congresso Nacional. A minha ideia é fazer um movimento muito maior do que o assédio em arquibancada, um evento para todas as mulheres independente de partido político. Não tenho tempo de ficar batendo boca nas redes sociais com essas meninas. Elas não trazem nenhuma solução concreta, só ficam criando caso. Elas estão focadas na deputada Joice, enquanto a deputada está focada no Brasil – afirmou a dirigente.

Sonia Andrade também divulgou comunicado em que lamenta a postura do grupo e no qual afirma que mudanças só são possíveis por meio de “diálogos e esclarecimentos com quem tem pensamentos contrários”.

Joice Hasselmann foi eleita a deputada federal mais votada da história da Câmara com 1.078.666 votos pelo estado de São Paulo, no pleito de 2018. Ela é integrante do mesmo partido e uma das mais ferrenhas defensoras do presidente da república, Jair Bolsonaro, já chegou a se definir como “Bolsonaro de saias”. A paranaense já foi acusada de plágio e de propagar fake news e diz abertamente considerar o movimento feminista “cafona” e “vitimista”.

Procurada para falar do episódio, a parlamentar, não só ratificou sua presença no evento, como atribuiu à nota de repúdio do grupo a um “ranço eleitoral de grupos derrotados”.

– Fiquei muito feliz com o convite. Respeito muito a Sonia, vice-presidente do Vasco. Essas moças que fizeram a nota de repúdio estão ligadas a partidos políticos e bandeiras políticas que representam o retrocesso em nosso país. O que nós queremos não é um país para minorias ou maiorias, mas um Brasil para todos. Vou estar sim no “Vasco Delas” para defender uma lei mais rígida por violência contra a mulher. Inclusive, assim que assumir meu mandato, vou convocar uma audiência pública para discutir esse assunto com verdadeiras representantes do Vasco da Gama, que tem uma mulher na diretoria.O choro é livre. Represento todas, não faço distinção. Quando discuto uma política, discuto política de nação. Essa turminha que está querendo fazer barulho tem que entender que a eleição já passou. Elas militaram bastante pela eleição do candidato derrotado e, lamentavelmente, devem estar ainda com esse “ranço eleitoral” – respondeu Joice.

Outro nome confirmado no debate é o da jornalista Vanessa Riche, da Fox Sports e Rádio Globo. Em entrevista ao LANCE!, Vanessa comentou disse acreditar que a presença de mulheres com opiniões diferentes seja uma oportunidade de enriquecer a discussão sobre um tema tão importante.

– Eu acredito que a mulher vem ocupando com muita competência cada vez mais espaços no ambiente do futebol. A caminhada é longa e temos pontos de vista diferentes. Encontros como esse promovido pelo Vasco contribuem para ampliarmos a discussão sobre o papel da mulher em ambientes ainda tão machistas. Acredito que essa possa ser uma grande oportunidade para cada uma de nós colocar seu ponto de vista. E assim a discussão será ainda mais rica.

NOTA DA VICE-PRESIDENTE DO VASCO, SONIA MARIA ANDRADE

Sempre acreditei que um clube vai muito além do futebol. Esse é um dos grandes motivos pelos quais me tornei tão apaixonada pelo Vasco e por sua história como um todo. Desde o seu início, o Club de Regatas Vasco da Gama sempre teve uma postura coletiva e inclusiva em relação ao seu público.

Como já é do conhecimento de todos, a segunda edição do “Vasco Delas” está prevista para acontecer no dia 30 de março deste ano. Esse é um evento idealizado com o maior carinho e dedicação de toda a equipe do Vasco da Gama. Sempre fomos e continuamos sendo absolutamente a favor da pluralidade, principalmente quando se trata de opiniões. Que bacana seria ter um espaço dedicado para que pudéssemos conscientizar, informar e, principalmente, debater sobre questões relativas à mulher na sociedade de modo geral e não somente no ambiente futebolístico. Um lugar no qual pessoas com ideias opostas também possam ser incluídas para que possamos explicá-las pessoalmente os nossos pensamentos e ter uma resposta imediata sobre a divergência de pontos de vista.

Essa foi a ideia central para o desenvolvimento da edição do evento deste ano, que tem como objetivo tratar o que realmente importa: a defesa de todas as causas relacionadas à mulher, independente de terem ou não qualquer tipo de relação com o clube. Já temos diversas presenças confirmadas para enriquecer nosso diálogo com formas de pensar distintas. Estar frente a frente com pessoas de ideias diferente – ou até mesmo contrárias – é uma ótima oportunidade para questionarmos pontos que achamos relevantes. Afinal, debates só existem quando há divergência de opiniões, não é mesmo?

Minha postura frente ao Vasco sempre foi voltada para o ato de somar. Por isso, é com bastante pesar que eu avalio como as relações humanas chegaram a extremos. Não poderia deixar de me manifestar. O “Vasco Delas” é um evento aberto ao público. Portanto, TODAS as pessoas que tiverem interesse podem participar. Em breve, os convites estarão disponíveis e a única limitação existente será referente à capacidade máxima que o local suporta (400 pessoas).

Para finalizar, peço que pensem por um instante: para que alguma mudança aconteça, é necessário que quem tenha um pensamento contrário entenda os motivos da nossa luta. Isso só será possível por meio de diálogos e esclarecimentos. Esse é o principal objetivo proposto pelo “Vasco Delas”.

O respeito ao próximo não só deve ser exigido como também praticado. É nessa filosofia que sempre pautamos as nossas ações. Espero que possamos contar com o apoio e colaboração de todas para que consigamos atingir o objetivo central dessa iniciativa.
Obrigada a todos e todas que apoiam a inclusão ❗

Sônia Andrade
Segunda Vice Geral do Club de Regatas Vasco Da Gama

Fonte: Lance

== Escreva um comentário ==

Cartola FC: Liga Oficial Vascaínos Unidos
Participe: Grupo de Debates no Facebook
Curta: Fan Page VU no Facebook
Seja Sócio Torcedor Gigante. Confira os novos planos!