Árbitros do Rio iniciam treinamento do VAR para o Estadual


A Ferj abriu as portas para o primeiro dia de treinamento do VAR, que será novidade neste Campeonato Carioca. Junto de funcionários da empresa Hawk-Eye, que trabalhou na Copa do Mundo, árbitros da federação testaram a tecnologia a ser usada a partir das semifinais da Taça Guanabara.

São 25 os árbitros vinculados à federação que poderão usar a ferramenta em 2019. Este grupo já foi treinado pela CBF, mas antes de estrear no Estadual precisa receber o certificado da IFAB, órgão internacional que regula as regras do futebol. O processo está nas mãos da confederação.

-Estamos trabalhando com VAR desde 2013. Estamos na Inglaterra, França, Itália, Japão, Coreia, China… É a mesma tecnologia que esteve na Copa do Mundo e no Mundial de Clubes – disse o diretor da Hawk-Eye na América Latina, José Kruyff.

A equipe do VAR em cada um desses 10 jogos do Carioca contará com um árbitro principal, um assistente e um supervisor, além de dois operadores de vídeo da Hawk-Eye. Antes da estreia do árbitro de vídeo no Estadual, a FERJ dará palestra para clubes, jogadores e imprensa a fim de apresentar a tecnologia.

Planos para 2021

Vendo uma fase de testes nesse primeiro contrato, até o ano que vem, a Ferj já faz planos para 2021. A federação pretende, para além dos jogos decisivos, incluir todos os jogos entre grandes e pequenos no pacote. Pelo regulamento desta edição, Botafogo, Flamengo, Fluminense e Vasco jogam mais de 11 partidas. O acordo atual cobre 26 duelos em dois anos.

-Temos um grupo de 20 árbitros (na verdade, são 25) participando de uma coisa que veio para ficar. Nesse ano, teremos apenas esses 10 jogos. Vamos crescer para 2020 e, quem sabe, para 2021, incluir, também, os jogos de grandes contra pequenos – contou o presidente da comissão de arbitragem do Rio, Jorge Rabello.

Para esta temporada, cada um dos jogos custará o valor exato de R$ 28 mil. Cinco estádios estão aptos a receber a tecnologia, mas apenas Maracanã e Nilton Santos terão o VAR instalado em 2019. No próximo ano, o número de jogos sobe para 16, incluindo clássicos, ao valor de R$ 25 mil por partida.

Fonte: GloboEsporte.com

 

Cartola FC: Liga Oficial Vascaínos Unidos
Participe: Grupo de Debates no Facebook
Curta: Fan Page VU no Facebook
Seja Sócio Gigante. Confira os novos planos!

✠ ✠ ✠ Escreva um comentário ✠ ✠ ✠