Basquete: Vasco recebe o Pinheiros nesta 3ª-feira às 20h em São Januário com ESPN

Gemerson, do Vasco, é um dos pilares da equipe montada por Alberto Bial

Nesta terça-feira (11/12), Vasco da Gama e Pinheiros se enfrentarão em um duelo quente e com promessa de grande jogo, no Ginásio de São Januário, às 20 horas, com transmissão ao vivo na ESPN.

Na atual temporada do NBB CAIXA, os dois estão em situações distintas. O Pinheiros é o terceiro colocado e, com oito vitórias em 11 jogos (72,7% de aproveitamento), já está garantido na Copa Super 8.

Já o Vasco, diferentemente de seu adversário, está na luta para conseguir uma das últimas vagas no G-8 do NBB CAIXA 2018/2019.

Até aqui, o time comandado por Alberto Bial detém campanha de quatro triunfos em 11 jogos (36,4% de aproveitamento) e ocupa a nona colocação na tabela de classificação, uma posição atrás do primeiro time na zona de classificação para a Copa Super 8 – Joinville.

Para explicar mais o tamanho desse jogo, separamos alguns pontos importantes sobre o duelo. Confira:

Histórico

Vasco e Pinheiros se enfrentaram poucas vezes pelo NBB CAIXA. Após nove jogos disputados, o histórico do duelo é de muito equilíbrio, mas favorável para os vascaínos, com cinco vitórias contra quatro dos pinheirenses.

O primeiro encontro aconteceu na temporada 2016/2017 do NBB CAIXA, no ano em que o cruzmaltino estreou na maior competição do basquete nacional.

Naquela ocasião, ambas equipes se encontraram duas vezes na fase de classificação, com uma vitória do Pinheiros, por 72 a 70, no primeiro turno, e uma do Vasco, por 81 a 72, no segundo.

Já nos playoffs dessa mesma edição do NBB CAIXA, o confronto foi reeditado. Com uma série acirradíssima e decidida somente no Jogo 5, o Pinheiros bateu o Gigante da Colina por 3 a 2 e avançou para a próxima fase da competição.

Já na última temporada, o confronto aconteceu somente na fase de classificação, e o equilíbrio reinou mais uma vez. No primeiro confronto, em São Januário, o Pinheiros ganhou por 82 a 71, e no segundo duelo, já no segundo turno da competição, o Vasco deu o troco e venceu o time do Jardim Europa por 76 a 72.

Reencontros

O duelo marcará alguns reencontros entre jogadores que já vestiram as cores do adversário, casos de Gemerson, do Vasco, e Renato Carbonari, do Pinheiros.

Após duas temporadas com a camisa do Pinheiros (2016/2017 e 2017/2018), o ala Gemerson atuou em 62 partidas e computou médias de 8,1 pontos e 3,5 rebotes.

Na atual temporada, com a camisa do Vasco, o jogador de 25 anos vive o melhor momento de sua carreira. Líder em pontos, rebotes e eficiência na equipe carioca– médias de 15,3 pontos, 8,4 rebotes e 14,4 no índice de eficiência -, o ala/pivô cruzmaltino se tornou uma peça crucial no elenco montado por Alberto Bial.

E ele não para por aí. Além da liderança nas estatísticas do Gigante da Colina, o jogador também detém o posto de maior reboteiro da atual edição do NBB CAIXA: 8,4 por partida.

Já o ala/pivô Renato Carbonari, de 31 anos, vestiu as cores do cruzmaltino apenas na última temporada. Por lá, o atleta pinheirense anotou médias de 9,4 pontos, 4,4 rebotes, além de 10,8 de eficiência.

Após migrar para o Pinheiros nesta temporada, Renato já se sente em casa. Peça importante no elenco montado por César Guidetti, o ala/pivô, até aqui, detém bons números na atual temporada do NBB CAIXA – médias de 10,4 pontos e 5,4 rebotes em 11 jogos.

Duelo de cestinhas

Com a expectativa de um jogo aberto e de muitos pontos, o confronto colocará frente a frente dois grandes cestinhas da atual edição do NBB CAIXA: Corderro Bennett, do Pinheiros, e Gemerson, do Vasco.

Nono maior cestinha do NBB CAIXA 2018/2019, o ala/armador norte-americano Corderro Bennett é uma das peças mais importantes do elenco pinheirense – média de 15,5 pontos e 16,0 de eficiência em 11 partidas.

Já do lado vascaíno, Gemerson, décimo maior cestinha da competição, se tornou um dos líderes do time cruzmaltino na temporada – médias de 15,3 pontos e 14,4 no índice de eficiência em 11 jogos.

Novas armas

Para o confronto com o Pinheiros, o Vasco terá duas novas armas para usar contra o time da capital paulista: o armador norte-americano Deonta Stocks e o pivô Caio Torres.

Stocks já fez sua estreia pelo clube carioca na última partida contra o Basquete Cearense e deu um aperitivo do que pode render com a camisa cruzmaltina:12 pontos em pouco mais de 29 minutos em quadra.

Já o pivô Caio Torres fará sua primeira partida pelo Gigante da Colina no jogo contra o Pinheiros, em um momento crucial para os planos do Vasco de ficar entre os oito primeiros que vão para a Copa Super 8.

Com passagens por Flamengo (2011 a 2013), São José Basketball (2013 a 2014), Paulistano/Corpore (2015 a 2016) e Mogi das Cruzes/Helbor (2016 a 2018), o pivô chegará para reforçar o garrafão vascaíno com médias de 12,6 pontos, 6,7 rebotes e 14,6 de eficiência em sete temporadas do NBB CAIXA.

O NBB CAIXA é uma competição organizada pela Liga Nacional de Basquete (LNB), em parceria com a NBA, e conta com o patrocínio máster da CAIXA, os patrocínios de INFRAERO, Avianca, Nike e Penalty e os apoios de UNISAL, Açúcar Guarani, Ministério do Esporte e Governo Federal.

Vasco e Pinheiros se enfrentaram sete vezes na temporada 2016/2017 do NBB CAIXA
Na atual temporada, Renato se tornou um dos principais jogadores da equipe pinheirense
Caio Torres fez parte do elenco finalista do Mogi na última temporada do NBB CAIXA

Fonte: LNB

Cartola FC: Liga Oficial Vascaínos Unidos
Participe: Grupo de Debates no Facebook
Curta: Fan Page VU no Facebook
Seja Sócio Gigante. Confira os novos planos!

✠ ✠ ✠ Escreva um comentário ✠ ✠ ✠