‘Vascaínas contra o Assédio’ produzem vídeo para campanha sobre violência

#25deNovembro #ViolenciaContraAMulher

[GATILHO RELACIONAMENTO ABUSIVO/AGRESSÃO]

Você é notada. Ele te fala que você é a mulher mais encantadora que já viu. Te conquista, faz tudo que você gosta. Te elogia, diz que você foi a melhor coisa que aconteceu com ele.

Você se apaixona. Ele te diz que melhor que você não há. Que sua personalidade o encantou, que vai te dar o mundo. Prova o “amor” das maneiras mais belas possíveis.

Você aceita. Agora, vocês estão juntos! Não era o que vocês queriam? É lindo! Ele te da tudo que você precisa. Você pensa que nunca teve algo tão bom na sua vida. Questiona se realmente merece alguém tão bom assim. Ele concorda. Alimenta que você é maravilhosa, mas que igual a ele, você também não iria encontrar.

Você se entrega. Pronto! Agora ele conhece todos os seus defeitos, suas qualidades, seus erros, seus acertos, seus gostos e desgostos. Sabe tudo da sua vida, inclusive suas dores, medos e inseguranças. Mas chegou o momento de você saber a dele. “Do que ele mais gosta? Quais os maiores defeitos dele? O que ele mais teme?”
Ah, tudo bem! Deixa pra lá! Ele te ama.

Você desconfia. Ele começa a demonstrar um pouco menos de interesse. Você encontra mensagens no celular. Ele some. Você vai atrás. Você descobre traição.
“Amor, calma, eu tava louco. Ela nem é melhor que você! Eu fiz isso por não estar seguro. Estava com medo de você me trocar. É um dos meus defeitos, sabe… Não existe ninguém melhor do que você. Eu preciso de você.”
Ele chora.
Ah, tudo bem! Ele te ama!

Você se sente sozinha. Ele começa a colocar suas amizades contra você. Começa a dizer que sua amiga é falsa. Que seu amigo te enxerga com outros olhos. Que você não precisa deles mesmo, pois você tem a melhor pessoa do lado (ele). Ninguém no mundo te ama mais do que ele. Entendeu? Ninguém! Nem sua mãe. Só ele.
E, tudo bem, ele realmente te ama e quer seu bem!

Você começa a ser ofendida. Você questiona a mensagem que ele recebeu. Você começa a contrariar ele, a fazer o que você quer. Você volta a falar com algumas amizades. Você coloca um vestido curto pra passear com ele.
“Não, com esse vestido você não vai sair comigo! Você é uma puta! Troca de roupa agora! Você gosta quando mexem com você na rua né?”

Você é agredida. Ele te machuca, te puxa, te empurra, te pressiona, bota o dedo na sua cara. Mostra que é ele que manda. Você não pode chorar. Você não tem direito sobre a sua vida. É realmente ele que manda. Você não pode questionar. Você só pode acatar. NINGUÉM TE AMA MAIS DO QUE ELE, LEMBRA?
“Amor, esse é meu jeito, se você me provocar, é assim que eu vou agir. Você tem que mudar. A culpa é toda sua.”
Ele chora.

Você é elogiada. Ele diz que você realmente mudou sua forma de vestir e de falar. Diz que reparou nisso tudo. Que reparou que você se afastou dos amigos que ele reclamou… ou melhor… que ele falou pro seu bem! Afinal, ele só quer seu bem, né? Ele gostou também do fato de você nem olhar pros amigos dele pra conversar mais. Ele já tinha dito que não gostava de você criando amizade com eles e você não obedecia. Agora que nem se mete nas rodas de conversa, ele tá muito satisfeito. Parabéns!

Você é agredida. A culpa é sua novamente. Pra que questionar o cara que mais te ama no mundo? Ele já disse que não tem nada mais importante pra ele do que você e que você nunca vai encontrar alguém melhor que ele. Sua puta, feia, escrota. Só ele te atura. Mas é porque ele te ama. Não acredita nos outros. Ele te ama! E, novamente, chora.

Você termina. Ele te ameaça. Começa a te dizer que você é dele. Que você faz o que ele manda você fazer. Que ninguém vai acreditar que ele te agrediu.
“Ela é maluca! Nunca encostei um dedo nela. Não sei porque ela tá fazendo isso. Não sei porque ela tá falando isso por aí. Ela tá mentindo! Ei, por que acredita nela? Ela disse que você nem era amiga dela. Ela é louca.”
LOUCA! VOCÊ É LOUCA! Igual a ex namorada dele. Maluca! Doente!

Você tá sozinha agora. Todos, inclusive seus amigos, apontam o dedo pra você e diz que você é mentirosa e maluca.
“Ele nunca fez nada com você, você tá inventando!”

Você

Sozinha
Agora

Aqueles sonhos que você achou que ia viver? Já era. Era só com ele. Ninguém vai gostar de você e você sabe disso. Ninguém nunca vai te querer. Você é maluca. Mentirosa. Escrota. Puta. Vagabunda. Suja.

Você é ameaçada. Se não for com ele, não vai ser com mais ninguém. Se você continuar falando mentiras, ele vai contar pra todo mundo sobre suas intimidades, segredos e medo.
Duvida? Todos já sabem!

Mas você tá sozinha, lembra? Já era.

Socos. Dor. Tiro. Sangue. Mais uma vida tirada. Mais uma mulher morta pelo namorado.

Crime passional.

Ah, moça. Eu não te avisei desde sempre que ele te ama? Isso é prova de amor. Você morreu pois não soube respeitar. Ele estava certo o tempo todo. Você é submissa à ele. Todo homem trai. Homem é agressivo mesmo, ele foi mais ainda com você porque mulher deve ser mais delicada, você questionou demais. A roupa? Muito curta. Nem é de mulher direita. Ele tava certíssimo. Ele ia te dar tudo. Tudo bem se ele tivesse outra, mas você seria a número um. Era só andar na linha. Os tapas e ciúmes são provas de amor.

Burra.
Morreu porque quis.
Era pra ter saído na primeira agressão.
Mereceu mesmo.

MULHER
PARA E RESPIRA!
Você não é burra.
Eu entendo o motivo de você ter ficado na primeira agressão. Eu entendo a confiança que você depositou nele. É tudo um jogo. Ele te prendeu pra não te soltar mais. Ele te prendeu pra você viver no mundo dele. Ele colocou todo mundo contra você. Ele te fez achar que você não consegue ninguém melhor do que ele. Ele te traiu inúmeras vezes e te culpou. Ele te agrediu porque ele sabia que você ia perdoar.
A barraca já estava armada.
O jogo tava pronto.
Ele te matou porque NUNCA TE AMOU.
MAS NADA DISSO É SUA CULPA.

VOCÊ
FOI
VÍTIMA

Ninguém te ama mais que você.
Não se cale jamais. Resista. Lute. Questione. GRITE. Seja contra TUDO que é contra sua existência.

Você pode.

Pelo direito da liberdade, emancipação e pela vida das mulheres.

Movimento Vascaínas Contra o Assédio por TODAS ELAS.
VCA PRESENTE.

Mulheres, unam-se!

#EstadioSemAssedio
#VascainasContraOAssedio
#25DeNovembro
#ViolenciaContraAMulher
#Disque180

Fonte: Facebook Vascaínas contra o Assédio

== Escreva um comentário ==

Cartola FC: Liga Oficial Vascaínos Unidos
Participe: Grupo de Debates no Facebook
Curta: Fan Page VU no Facebook
Seja Sócio Torcedor Gigante. Confira os novos planos!