Andrey sem medo de errar: volante do Vasco perde timidez para vingar na equipe

Foto: Rafael Ribeiro

Cada jogador tem o seu tempo, e Andrey é um bom exemplo disso. Membro da mesma fornada da base que revelou Douglas Luiz, Caio Monteiro, Evander e Mateus Vital, o volante, enfim, perdeu a timidez que ofuscava seu futebol desde que iniciou a transição dos juniores para os profissionais, em 2016. Este ano, ele não tem tido medo de arriscar, com tudo de bom e ruim que isso acarreta.

Já são 32 partidas em 2018, beneficiado pelo vigor físico que o coloca em evidência em um elenco repleto de casos de lesão. É mais do que qualquer outro integrante da geração 88 conseguiu jogar pelo Vasco numa mesma temporada, uns por falta de oportunidades, outros porque deixaram o clube antes de isso acontecer.

Mais confiante, Andrey tem colocado à prova o fundamento que sempre foi sua marca na base: a finalização de fora da área. É o segundo maior neste quesito do Vasco no Brasileiro, atrás apenas de Yago Pikachu. A pontaria torta também está latente: é quem mais errou chutes pelo Cruz-Maltino na Série A. Sua meta a curto prazo é acabar com o jejum de um ano do Vasco sem gols de falta – o último foi de Nenê.

– Treino muito as cobranças. Espero que esse gol saia. E, quando sair, vai dar confiança de vez – afirmou.

De acordo com os números do site “Footstats”, ele é quem mais desarma pelo Vasco no Brasileirão e também o terceiro melhor passador da equipe na competição.

Jogo contra o Grêmio no primeiro turno é exemplo

Domingo, Andrey terá mais um teste de fogo neste seu ano de firmação entre os titulares do Vasco: o Grêmio. O confronto em Porto Alegre apresenta um dos cenários mais difíceis de sua carreira. Aos 20 anos, ele já tem no que se inspirar para que o time se saia bem.

O jogo no primeiro turno do Brasileirão serve de baliza. O Vasco partiu para cima em casa, abriu o placar e, depois, “soube sofrer”, como diz a gíria boleira. Teve Henrique expulso no primeiro tempo, mas ainda assim segurou o resultado de 1 a 0, muito festejado à época.

– Mostramos que podemos jogar de igual para igual com qualquer outro time – lembrou Andrey, titular no duelo: – Vamos atuar fechadinhos contra eles e tentaremos aproveitar a oportunidade quando ela aparecer.

O Vasco volta a treinar nesta sexta-feira, na parte da tarde, no CT do Almirante.

Fonte: Extra

== Escreva um comentário ==

Cartola FC: Liga Oficial Vascaínos Unidos
Participe: Grupo de Debates no Facebook
Curta: Fan Page VU no Facebook
Seja Sócio Torcedor Gigante. Confira os novos planos!