Clubes se unem e assinam documento pedindo VAR no Brasileirão; Vasco é contra

O Internacional irá entregar à CBF (Confederação Brasileira de Futebol), nesta terça-feira (6), um documento assinado por 19 dos 20 clubes da Série A do Brasileirão pedindo a implementação do VAR nas últimas rodadas da competição. O Vasco foi a única equipe que não apoiou.

Roberto Melo, vice de futebol do Inter, comentou que teve apoio quase que unânime dos 20 clubes da Série A e fez um mea culpa sobre o egoísmo das equipes.

“Conversamos com todos os presidentes de clubes da Série A nesta semana, o único contrário foi o Vasco, todos os demais foram a favor. É evidente que sempre concordamos em conversar, queremos fazer isso. Temos ido muitas vezes na CBF como a maioria dos clubes faz. O Rodrigo (Caetano) auxilia muito desde que chegou porque trabalhou muito tempo no Rio de Janeiro e conhece muitas pessoas, tem contatos, e estamos dispostos sempre a ajudar. Os clubes normalmente defendem muito o seu lado, só enxergam quando são prejudicados”.

A proposta defendida por 19 clubes é que as seis últimas rodadas do Brasileirão tenham o sistema de árbitro de vídeo.

Problema financeiro

A questão financeira é um ponto de desacordo entre clubes e Confederação. No início do ano, a CBF colocou o árbitro de vídeo à disposição, mas queria que os clubes arcassem com os gastos da implementação. Na manifestação lidera pelo Internacional, os clubes pedem auxílio das Federações.

“Vocês (jornalistas) não têm ideia de quanto pagamos de taxa. Para Federação, para CBF, cada jogador que contratamos, emprestamos, demitimos temos três, quatro taxas diferentes para pagar. Taxas astronômicas.É um absurdo o que os clubes pagam”, disse o vice de futebol Roberto Melo.

Fonte:; torcedores.com

== Escreva um comentário ==

Cartola FC: Liga Oficial Vascaínos Unidos
Participe: Grupo de Debates no Facebook
Curta: Fan Page VU no Facebook
Seja Sócio Torcedor Gigante. Confira os novos planos!