Volante do Inter xingou o árbitro antes de ser expulso no fim do jogo contra o Vasco

A revolta com a arbitragem pela marcação de um pênalti polêmico de Víctor Cuesta em Kelvin custará caro a Edenílson. E não apenas pela expulsão, já após o apito final do empate em 1 a 1 com o Vasco nesta sexta-feira, em São Januário, pela 31ª rodada do Brasileirão. Em súmula, o árbitro Igor Benevenuto registrou as ofensas proferidas pelo volante e que o fizeram aplicar o cartão vermelho.

De acordo com o texto do documento, o jogador proferiu palavrões e chamou o árbitro de “safado” e “vagabundo”. O camisa 8, porém, não foi o único colorado a se lançar contra o sexteto de arbitragem. Assim que a partida acabou, todo o elenco, assim como a comissão técnica, irrompeu na direção de Beneenuto e seus pares, irados pela decisão. O policiamento teve de intervir para apaziguar os ânimos.

– Após o termino da partida, o atleta veio em minha direção e protestou de forma acintosa, me ofendendo com as seguintes palavras “vai se f****, safado, vagabundo, vocês acabaram com o nosso campeonato”. O atleta teve que ser contido pelos seus companheiros e pelo policiamento – diz o trecho da súmula.

Com a cabeça mais fria depois da partida, Edenílson usou as redes sociais para se desculpar pelo cartão. Em uma postagem em seus stories no Instagram, o volante ainda afirmou “dormir com a consciência tranquila”, por ser não ser um “fantoche de ninguém”.

– Gostaria de me desculpar pelo cartão que levei hoje (sexta), porém irei dormir com a consciência tranquila por ser um homem digno e por não ser fantoche de ninguém – escreveu Edenílson.

A ira dos colorados tem a ver com todo o lance que resultou no pênalti cometido por Víctor Cuesta em Kelvin. Ainda à beira do campo, Odair reclamou de falta de Werley em Nico López na origem da jogada, que desenrolou na falta do gringo no atacante rival – inexistente na visão colorada. Na cobrança, Maxi López deslocou Marcelo Lomba e selou o empate em 1 a 1.

Com o empate, o Inter chega a 58 pontos e mantém a terceira colocação. A equipe, porém, pode ver o líder Palmeiras abrir sete pontos de vantagem, caso vença o Flamengo no Maracanã. O Colorado volta a campo apenas no domingo, 4 de novembro, às 19h, quando recebe o Atlético-PR no Beira-Rio, em partida pela 32ª rodada do Brasileirão.

Fonte: GloboEsporte.com

== Escreva um comentário ==

Cartola FC: Liga Oficial Vascaínos Unidos
Participe: Grupo de Debates no Facebook
Curta: Fan Page VU no Facebook
Seja Sócio Torcedor Gigante. Confira os novos planos!