Integrantes da Chapa Azul deverão recorrer de decisão que os excluiu das eleições

Integrantes da Chapa Azul – na eleição do Vasco de novembro de 2017 que foi anulada – estão inclinados a recorrer da decisão que os impede de votar e serem votados no novo pleito cruzmaltino marcado pela Justiça para o dia 8 de dezembro de 2018. No total, 163 nomes faziam parte da chapa que apoiava a candidatura de Eurico Miranda, muitos deles ligados ao grupo político “Casaca”.

“Há uma tendência de que isso venha a ocorrer (recorrer). De fato não entendemos como justa a decisão. Havia uma interpretação estatutária de que os subscritores são três nomes. Se a decisão ultrapassou isso e chegou a todos da chapa, evidentemente que poderão ocorrer recursos em relação a isso”, declarou ao UOL Esporte o conselheiro Sérgio Frias, um dos líderes do “Casaca”. A determinação se deu nesta segunda-feira (8) pela juíza Glória Heloíza Lima da Silva, da 28ª Vara Cívil do Tribunal de Justiça do Rio de Janeiro, após resposta aos embargos de declaração do advogado Alan Belaciano.

Fonte: Coluna De Primeira – UOL

== Escreva um comentário ==

Cartola FC: Liga Oficial Vascaínos Unidos
Participe: Grupo de Debates no Facebook
Curta: Fan Page VU no Facebook
Seja Sócio Torcedor Gigante. Confira os novos planos!