Em crise política e financeira, Vasco pega o lanterna Paraná para fugir do Z-4

Às voltas com a decisão da Justiça de anular a eleição presidencial do ano passado, e preocupado com a captação de um empréstimo para pagar os salários atrasados em pelo menos um mês, o Vasco vai a campo hoje, 20h, contra o lanterna Paraná, para tentar respirar de vez no Campeonato Brasileiro.

Depois de empatar com o Flamengo, vencer o Bahia em casa e empatar com o Santos fora, é a chance do quarto bom resultado em três jogos para se distanciar da zona de rebaixamento. O técnico Alberto Valentim conseguiu estancar a pressão que sofria no início de seu trabalho, quando perdeu quatro jogos seguidos, e esbanjou otimismo em meio à crise política e econômica que insiste em atrapalhar.

Após a última partida, o foco foi em recuperar o time.

— Precisávamos recuperá-los ao máximo para irmos com muita saúde e todos inteiros para esse jogo tão importante. Já sabemos, não é frase feita, que não tem partida fácil no Brasileiro. O Paraná está em dificuldade na tabela, precisa vencer e irá atuar em casa, mas nós temos nossas pretensões dentro do campeonato e vamos entrar fortes para conseguir a vitória — garantiu o técnico.

A conquista dos três pontos fará o time vascaíno entrar na briga por uma vaga para a Sul-Americana 2019. Em busca de recursos, o presidente Alexandre Campello espera para hoje a liberação de um empréstimo de R$ 31 milhões para o pagamento de atrasados, através dos direitos de televisão, suspensos depois da anulação da eleição do ano passado.

A partida é encarada como decisiva para não acirrar novamente os ânimos em São Januário, palco de alguns protestos no último jogo. A tensão política é combustível tão inflamável quanto a má fase do futebol. Destaque individual da equipe, o goleiro Martín Silva classificou a vitória como fundamental.

— Para retornarmos para casa com quatro pontos em dois jogos fora – declarou.

Meio deve ter Giovanni Augusto

Titulares no Pacaembu diante do Peixe, Fabrício e Andrey estão suspensos e não poderão disputar o jogo contra o Paraná. No meio-campo, o meia Giovanni Augusto surge como opção depois de uma boa atuação contra o Santos na quinta-feira.

— Como já falei em outras oportunidades, valorizo bastante o treinamento, vejo ele como fundamental. Quem treinar bem comigo irá jogar. Eles estão entendendo que isso é uma verdade – afirmou Valentim, que não confirmou quem vai escalar.

Depois do último duelo, no entanto, o treinador foi só elogios a Giovanni Augusto.

— O Giovanni está recuperando a forma dele, precisávamos deixar o time um pouco mais ofensivo e queria dar essa qualidade no penúltimo toque. Ele entrou muito bem e é mais um jogador que estamos ganhando—, afirmou.

O Vasco também não tem os volantes Desábato e Bruno Silva, machucados. No lugar de Andrey, expulso na última partida, Valentim pode manter Bruno Cosendey ao lado de Giovanni Augusto.

Fonte: Extra

== Escreva um comentário ==

Cartola FC: Liga Oficial Vascaínos Unidos
Participe: Grupo de Debates no Facebook
Curta: Fan Page VU no Facebook
Seja Sócio Torcedor Gigante. Confira os novos planos!