Vasco aguarda entrada de verba para pagar atrasado; Alexandre Campello vê time em evolução


Depois de aprovado o empréstimo de cerca de R$ 31 milhões no Conselho Deliberativo, na noite de segunda-feira, a diretoria agora corre para resolver a burocracia para que o dinheiro entre nos cofres do clube. Não dá uma data para isso acontecer, mas, quando o depósito for feito, será utilizado imediatamente para quitar um mês de salários do elenco – os funcionários que recebem até R$ 4 mil estão com as contas em dia.

O valor do empréstimo por si só não resolve todos os problemas até o fim desta temporada. Alexandre Campello disse que ainda precisará fazer ajustes para equilibrar as finanças.

– Esse valor tem por finalidade manter a operação do clube até o fim do ano, não só de folha salarial, mas de custo operacional. Ainda precisamos de ajustes para aumentar a receita para que a conta se equilibre. Queremos tirar a diferença com a eficiência de gestão. Existe ainda espaço para melhorar – disse o mandatário vascaíno.

Na primeira vez que a proposta do empréstimo foi apresentada, há um mês, não foi aprovada. Por maioria, os conselheiros pediram mais tempo para análise. Campello lamentou que a demora fez o clube perder R$ 7 milhões – a taxa de juros do banco passou de 0,96% para 1,5%.

– Perdemos mais do que o valor de uma folha. Isso foi o que a oposição conseguiu. E um dos responsáveis acaba não vindo participar da reunião, o que é lamentável – disse Campello fazendo referência ao conselheiro Julio Brant.

Preocupação contra o rebaixamento, mas otimismo na melhora do time

A entrada do time na zona de rebaixamento colaborou para a aprovação do empréstimo, já que a sensação era de que a missão seria bem mais complicada com os salários atrasados. Campello reconheceu que o alerta está ligado, mas que vê sinais de evolução no desempenho do time, que empatou com o Flamengo na última rodada.

– Óbvio que essa é uma preocupação de todo vascaíno, mas acredito muito no trabalho que está sendo feito. O time começou a apresentar evolução. Tivemos uma sequência de lesões traumáticas, como fraturas e luxações, coisas que não podemos evitar. Agora eles estão retornando, o elenco está sendo reforçado, e o time já começa a ter uma postura compatível com o que o Valentim tem treinado. Acreditamos numa melhora crescente – afirmou o presidente.

O Vasco volta a campo na próxima segunda-feira, em São Januário, para enfrentar o Bahia. A equipe está em 18º na tabela do Brasileiro com 25 pontos.

 — Foto: Reprodução

— Foto: Reprodução

Cartola FC: Liga Oficial Vascaínos Unidos
Participe: Grupo de Debates no Facebook
Curta: Fan Page VU no Facebook
Seja Sócio Gigante. Confira os novos planos!

✠ ✠ ✠ Escreva um comentário ✠ ✠ ✠