Empréstimo solicitado por Campello é aprovado pelo Conselho Deliberativo

Em reunião na noite desta segunda-feira, o Conselho Deliberativo do Vasco aprovou a captação de R$ 38 milhões em empréstimo, conforme solicitado pelo presidente Alexandre Campello. Este foi o segundo encontro dos conselheiros para decidir sobre o tema: desta vez, dos 177 presentes, apenas dois votaram contra.

De acordo com a diretoria, a quantia será utilizada para honrar os compromissos do clube até o fim do ano. Entretanto, o valor líquido será diferente: calcula-se cerca de R$ 32 milhões, já que a taxa de juros aumentou desde a primeira votação, em agosto.

Desta vez, grupos da oposição votaram a favor do empréstimo. Na primeira reunião, Identidade Vasco, Sempre Vasco e Casaca! pediram o adiamento da decisão, pois queriam maiores detalhes sobre o uso do dinheiro. Em seguida, eles se reuniram com membros da diretoria para obter explicações e resolveram aprovar.

Entenda os números

Com o empréstimo aprovado, o Vasco agora vai negociar com três bancos para conseguir a melhor taxa de juros – hoje, está no patamar de 1,5% ao mês. O clube vai usar duas garantias de recebíveis, que somam R$ 51,5 milhões.

a) 38 milhões de cotas de televisão;

b) 13,5 milhões de cotas da Ferj (Federação de Futebol do Estado do Rio de Janeiro);

Deste valor, o clube receberá, líquido, cerca de R$ 32 milhões.

Com a aprovação do empréstimo, o clube deve começar a receber o dinheiro em cerca de duas semanas, considerando os trâmites necessários. Há a ideia de ancorar o valor à folha salarial: desta forma, o Vasco receberia parcelas para usar a quantia para pagar os salários.

O pagamento do empréstimo será feito de 2020 a 2023. A expectativa é de que, até lá, a situação financeira do clube esteja melhor.

Conselho Deliberativo do Vasco

Fonte: GloboEsporte.com

== Escreva um comentário ==

Cartola FC: Liga Oficial Vascaínos Unidos
Participe: Grupo de Debates no Facebook
Curta: Fan Page VU no Facebook
Seja Sócio Torcedor Gigante. Confira os novos planos!