Vasco fez acordo com a Caixa para parcelamento de débitos de FGTS antes da ação de Wagner

Wagner entrou com ação pedindo rescisão de contrato e Justiça acatou

A rescisão de contrato solicitada por Wagner e acatada pela Justiça de Trabalho, ao que parece, renderá outros capítulos nos tribunais. Isso porque o Vasco fez um acordo com a Caixa Econômica Federal para pagamentos parcelados dos meses não recolhidos de FGTS de janeiro de 2017 até aqui antes do jogador ingressar com a ação.

A diretoria cruzmaltina está reunida neste momento com o departamento jurídico e há quem garanta que os pagamentos de FGTS nos moldes acordados estão sendo cumpridos. Existe a possibilidade de que o Vasco emita uma nota oficial ainda nesta terça-feira sobre o tema.

Em março deste ano, o presidente do clube, Alexandre Campello, esteve em Brasília (DF) onde se reuniu pessoalmente com diretores do banco estatal para tratar de todas as pendências que, como consequência, inviabilizaram as certidões negativas de débito, algo que impossibilitou o clube tanto de renovar o patrocínio com a Caixa como também receber parcelas da parceria por conta das dívidas.

Fonte: UOL

== Escreva um comentário ==

Cartola FC: Liga Oficial Vascaínos Unidos
Participe: Grupo de Debates no Facebook
Curta: Fan Page VU no Facebook
Seja Sócio Torcedor Gigante. Confira os novos planos!