Vasco ainda não deverá ter retorno de zagueiro para próxima partida

Foto: Carlos Gregorio

O Vasco da Gama sofreu 77 gols em 51 partidas no ano de 2018. A defesa é, sem dúvidas, um setor vulnerável. Atualmente, o miolo do setor, a zaga, vem sendo formado por Luiz Gustavo e Bruno Silva. Ambos já atuaram ao longo da temporada em outras funções, mas são zagueiros de origem.

Não obstante, com eles os gols sofridos continuaram acontecendo. Diante do América-MG e do Santos, por exemplo, foram 5 gols sofridos em 2 partidas. Os números geraram novos questionamentos sobre todos os atletas que atuam no setor. Além disso, há dúvidas sobre onde estão outros defensores que não atuam.

O departamento médico é o lugar em que Breno e Leandro Cástan estão se recuperando de lesão. Contudo, Werley, que passou meses por ali, já foi liberado, mas ainda não deve retornar aos jogos oficiais neste final de semana.

“A felicidade é muito grande. Depois de tanto tempo jogando futebol, essa foi a primeira lesão séria que me impossibilitou de estar trabalhando e ficar longe dos gramados e da convivência com os meus companheiros. Senti falta até daquela cobrança que existe quando se defende a camisa de um grande clube. Quis o destino que a primeira concentração fosse logo aqui na minha terra, onde comecei. Estou muito feliz e venho trabalhando forte para estar à disposição da comissão técnica o mais rápido possível”, disse Werley ao site oficial do clube.

Fonte: torcedores.com

== Escreva um comentário ==

Cartola FC: Liga Oficial Vascaínos Unidos
Participe: Grupo de Debates no Facebook
Curta: Fan Page VU no Facebook
Seja Sócio Torcedor Gigante. Confira os novos planos!