Com Vinícius Araújo de titular, Aberto Valentim coloca toque pessoal no Vasco

Alberto Valentim fez sua estreia à frente do Vasco sem medo de impor sua marca com menos de 48 horas de trabalho com os jogadores. A decisão de escalar Vinícius Araújo como titular já foi um toque pessoal na derrota para o Atlético-PR. O jogador vinha sendo reserva e, sem Wagner, poupado para preservar a parte física, a entrada de Thiago Galhardo era a escolha mais previsível. Entretanto, ele preferiu deixar o camisa 8 no banco de reservas na Arena da Baixada. Um sinal de que Valentim prefere ter mais de um atacante de ofício entre os titulares.

– Pedi para que os jogadores fizessem aquilo que treinamos. Conceitos que gosto e que preciso treinar. Eles fizeram coisas boas. Tentaram jogar. Aqui é muito difícil de jogar. O Atlético-PR está em um momento bom. Tivemos algumas oportunidades boas – afirmou depois da partida.

Conhecido pelo estilo bem enérgico à beira do gramado, Valentim foi mais sereno do que o costume no primeiro jogo pelo Cruz-Maltino. Na hora de mexer na equipe, também foi econômico – mesmo com o gol de Raphael Veiga aos 18 minutos do segundo tempo, fez a primeira alteração somente aos 28, com a entrada de Galhardo no lugar de Desábato. Com a alteração, abriu mão do esquema com três volantes.

Valentim passou o jogo todo consultando Valdir Bigode, auxiliar técnico que comandou o Vasco interinamente nas três partidas anteriores. O novo treinador deverá ter um tempo maior para conhecer o elenco e treiná-lo melhor somente entre a partida contra o Santos, sábado, e o jogo seguinte, contra o América-MG, na quinta-feira seguinte. Mesmo assim, o prazo é curto para trabalhar adequadamente.

Fonte: Extra

== Escreva um comentário ==

Cartola FC: Liga Oficial Vascaínos Unidos
Participe: Grupo de Debates no Facebook
Curta: Fan Page VU no Facebook
Seja Sócio Torcedor Gigante. Confira os novos planos!