Média de troca de técnicos de 2018 é a maior da história do Brasileirão com 20 times

Campeonato Brasileiro de 2018 pode ter uma quebra de recorde negativo. A edição de 2018 do principal campeonato nacional tem atualmente a maior média de troca de técnicos desde que o torneio passou a ser disputado com 20 clubes, em 2006.

Já contabilizando a demissão de Gilson Kleina pela ​Chapecoense, foram realizadas 16 trocasde treinadores em 17 rodadas. Assim, o Brasileirão deste ano tem uma média de 0,94 mudança de técnico a cada rodada, sendo o número mais alto da era dos pontos corridos com 20 clubes.

No total, somente seis clubes não mudarem o técnico desde o início do Campeonato Brasileiro. São eles: ​São Paulo​Flamengo​Grêmio​Internacional​Cruzeiro e ​Atlético-MG.

Dos campeonatos já encerrados, 2010 e 2015 empatam como os anos com as piores médias. Em ambos os torneios, foram realizadas 32 mudanças em 38 rodadas, uma média de 0,84 troca por rodada.

A edição de 2018 vem quebrando também uma sequência de três anos consecutivos de redução no número de trocas de técnico. Para manter essa série, o Brasileirão deste ano poderá ter apenas mais seis mudanças em 21 rodadas.

Confira abaixo a média de troca por rodada a cada ano desde 2006:

ANO NÚMERO
DE TROCAS
NÚMERO DE
RODADAS
​MÉDIA
2018 16​ 17​ 0,94​
2017 ​23 ​38 0,6​
2016 29​ ​38 0,76​
2015 32​ ​38 0,84​
2014 ​23 ​38 ​0,6
2013 ​24 ​38 0,63​
2012 ​19 ​38 ​0,5
2011 ​21 ​38 ​0,55
2010 32​ ​38 0,84​
2009 ​22 ​38 ​0,57
2008 27​ ​38 ​0,71
2007 24​ ​38 0,63​
2006 ​28 ​38 0,73​

(Foto: Ale Cabral/AGIF)

Fonte: Esporte Interativo

== Escreva um comentário ==

Cartola FC: Liga Oficial Vascaínos Unidos
Participe: Grupo de Debates no Facebook
Curta: Fan Page VU no Facebook
Seja Sócio Torcedor Gigante. Confira os novos planos!