Mais um: Dirigente do Fla é conduzido à PF em investigação contra BNDES.

Mário Esteves Filho é presidente do Conselho Fiscal do Flamengo, foi conduzido coercitivamente à sede da Polícia Federal no Rio de Janeiro nesta sexta-feira (12) para depor na investigação sobre um esquema que desviou R$ 8,1 bilhões em repasses do BNDES ao grupo JBS entre os anos de 2007 e 2011. É que na época, segundo destacou o UOL, o cartola do clube carioca era chefe do Departamento de Política Financeira da instituição.

Vale ressaltar que antes de Mário Esteves Filho é o terceiro integrante da diretoria do Flamengo envolvido em investigações da PF. Antes dele, Flávio Godinho, ex-vice de futebol, e Plínio Serpa Pinto, vice de gabinete da presidência, foram alvo da Polícia Federal. Godinho, diga-se de passagem, era homem de confiança do empresário Eike Batista.

À reportagem do UOL, a assessoria de imprensa do Flamengo disse que “Trata-se de um assunto de cunho pessoal, não cabendo ao clube fazer comentários”, disse.

Fonte: Uol

== Escreva um comentário ==

Cartola FC: Liga Oficial Vascaínos Unidos
Participe: Grupo de Debates no Facebook
Curta: Fan Page VU no Facebook
Seja Sócio Torcedor Gigante. Confira os novos planos!