Morre o grande benemérito do Vasco António Gomes da Costa; presidente de Portugal lamenta

Antonio Gomes da Costa, uma das figuras mais emblemáticas da comunidade portuguesa do Rio de Janeiro, faleceu aos 83 anos.

Para o Conselho da Comunidade Luso-Brasileira do Estado de São Paulo, foi uma “grande e inegável liderança da Comunidade Portuguesa no Brasil, que deixa um imenso legado de trabalho pelos valores históricos e culturais luso-brasileiros, e que sempre soube respeitar e valorizar o trabalho voluntário e fundamental das nossas associações”.

O velório acontece no Memorial do Carmo (Rua Monsenhor Manuel Gomes, 287 – Cajú no Rio), a partir das 14 horas desta terça-feira, dia 09, na Capela 08. No dia 10, o corpo será cremado em cerimônia fechada para a Família.

“Apresentamos as nossas condolências aos familiares desse amigo de valor que ficará para sempre na galeria dos grandes construtores da nossa Comunidade” finaliza a nota de pesar do órgão que representa a comunidade portuguesa em Sâo Paulo.

Antonio Gomes da Costa era natural da Póvoa do Varzim. Formado em economia, licenciado em Ciências Econômicas pela Universidade do Estado do Rio de Janeiro e em Ciências Jurídicas pela Universidade Cândido Mendes, com dupla nacionalidade – portuguesa e brasileira – teve uma participação bastante ativa em associações luso-brasileiras.

Foi especialmente conhecido enquanto presidente do Real Gabinete Português de Leitura entre 1992 e 2016, uma tradicional biblioteca e instituição cultural lusófona, em prédio de 1837 tombado pelo Instituto Estadual do Patrimônio Cultural.

Foi também presidente da Federação das Associações Portuguesas e Luso-Brasileiras; da Real e Benemérita Sociedade Portuguesa Caixa de Socorros D. Pedro V; do Liceu Literário Português; da Real Sociedade Clube Ginástico Português; entre outros, e condecorado com homenagens pelos governos de Brasil e Portugal.

Cidadão Benemérito do Estado do Rio de Janeiro, havia já sido reconhecido e condecorado com a Ordem do Rio Branco – Grau de Comendador, a que acrescentou a Ordem do Mérito Naval, a Ordem do Mérito Aeronáutico e a Ordem do Mérito Militar. Era igualmente Grande Oficial da Ordem do Infante Dom Henrique (Portugal), detendo também a Grã-Cruz das Ordens do Mérito Agrícola e Industrial portuguesas, entre outras condecorações.

O Governo português, por intermédio do Ministro da Cultura, divulgou nota de pesar pela morte do Dr. António Gomes da Costa.

“Verdadeiro embaixador da Cultura e da Língua portuguesa no Brasil, promoveu sempre a amizade e a estreita cooperação entre os dois povos. Cidadão extremamente ativo, foi presidente de várias instituições luso-brasileiras, às quais dedicou boa parte da sua vida – o Real Gabinete Português de Leitura, a Federação das Associação Portuguesas e Luso-Brasileiras, o Liceu Literário Português, a Real Sociedade Clube Ginástico Português e a Fundação Portugal entre outras instituições, tendo sido também Membro do Instituto Histórico e Geográfico Brasileiro, da Academia Portuguesa da História, da Academia de Ciências de Lisboa e do Instituto Histórico de Santa Maria, entre outras de vários ramos”.

Em maio de 2016, havia deixado, por motivos pessoais, a presidência de muitas das instituições luso-brasileiras a que havia estado ligado por muito tempo.

Sobre isso, em artigo publicado em 2016, o ex-embaixador de Portugal no Brasil, Francisco Seixas da Costa, afirmou que “na história da comunidade luso-brasileira, poucas pessoas podem ombrear com António Gomes de Costa na sua devoção à tarefa de proteger, no Brasil, e com persistência, o bom nome dos portugueses, a dignidade da história lusa, a promoção da amizade entre os dois povos. Fê-lo através da sua intervenção cívica, da sua palavra na imprensa, da sua ação de acompanhamento, de direção e coordenação dessa notável rede de instituições, que em tempos foram geradas pelos portugueses no Brasil, fantásticos exemplos de realizações de que todos temos obrigação de nos orgulhar”.

Fonte: Mundo Lusíada

Presidente da República relembra António Gomes da Costa

O Presidente da República enviou a seguinte mensagem à família de António Gomes da Costa, anterior Presidente do Real Gabinete Português de Leitura do Rio de Janeiro:

“Foi com profunda consternação e tristeza que tomei conhecimento do desaparecimento de António Gomes da Costa, a que me uniam laços de amizade, sentida admiração e respeito. Uma personalidade notável que pude homenagear ainda em vida, no ano passado, condecorando-o com o grau de Grande-Oficial da Ordem do Infante D. Henrique.

Neste momento difícil, quero transmitir-lhes, em meu nome e em nome do povo português, os sentimentos do nosso sentido pesar. Quero ainda sublinhar publicamente o meu reconhecimento pela vida e obra de António Gomes da Costa, em prol de Portugal, do associativismo português, da cultura e da preservação da nossa história no Brasil.

Sublinho dentro das diversas associações que presidiu e em que participou, o seu empenho e determinação enquanto Presidente do Real Gabinete Português de Leitura do Rio de Janeiro, instituição secular que tanto prestigia Portugal no Brasil.

A comunidade portuguesa e luso-descendente residente no Brasil perdeu infelizmente um dos seus mais ilustres membros. Mas a sua memória perdurará em todos nós e a obra que nos deixa, construída ao longo da sua vida, permanecerá para sempre como ponte de união entre Portugal e o Brasil.

Marcelo Rebelo de Sousa”

Fonte: Site da Presidência da República Portuguesa

== Escreva um comentário ==

Cartola FC: Liga Oficial Vascaínos Unidos
Participe: Grupo de Debates no Facebook
Curta: Fan Page VU no Facebook
Seja Sócio Torcedor Gigante. Confira os novos planos!