Vasco indica Martín Silva como testemunha em ação de Carlos Germano

Com ação na Justiça do Trabalho desde 2015 contra o Vasco, o ex-goleiro, ex-preparador de goleiro e ídolo do clube Carlos Germano tem primeira audiência marcada para a semana que vem na 62ª Vara do Trabalho no Centro do Rio. O departamento jurídico contesta os pedidos de Germano e lança mão de duas testemunhas. Um deles é o atual dono da camisa 1 do Vasco Martín Silva.

O vice-presidente jurídico do Vasco, Paulo Reis, que representa o clube na ação junto a Paulo Máximo – Germano é representado pelo advogado Alan Belaciano -, disse que a indicação do goleiro uruguaio não quer dizer que o jogador vai testemunhar a favor do Vasco. Outra testemunha é Armando Marcial, antigo preparador físico do clube. Ainda assim, a juíza Débora Bassan notificou o uruguaio para testemunhar no caso – enviando correspondência para a residência do goleiro.

Na ação, Germano cobra salário atrasado, horas extras por viagens e adicional noturno, verbas de FGTS e outros valores de verba rescisória. Além do Vasco, é réu na ação o presidente do clube Eurico Miranda. Os advogados vascaínos tiveram pedido negado da tentativa de responsabilizar o ex-presidente Roberto Dinamite pela dívida do fim do mandato com Germano.

Apesar de notificado como testemunha, é improvável que Martín Silva compareça à audiência. O goleiro tinha ótima relação com Carlos Germano, que o treinou durante o ano de 2014, o primeiro do uruguaio em São Januário.

Fonte: Globo.com

== Escreva um comentário ==

Cartola FC: Liga Oficial Vascaínos Unidos
Participe: Grupo de Debates no Facebook
Curta: Fan Page VU no Facebook
Seja Sócio Torcedor Gigante. Confira os novos planos!