Eurico Miranda comenta decisão da Justiça: ‘O campeão de 1987 é o Sport’

Um dos dirigentes mais antigos do futebol brasileiro e representante do Clube dos 13 na ocasião da Copa União de 1987, o presidente do Vasco Eurico Miranda comentou a decisão do Supremo Tribunal Federal desta terça-feira, de manter o Sport como o único campeão da competição.

De acordo com o dirigente, não há motivo para maiores discussões a respeito do assunto, depois que todas as instâncias judiciais foram esgotadas pelo clube rubro-negro.

– As decisões judiciais precisam ser cumpridas. O Flamengo perdeu em todas as investidas que fez. O campeão de 1987 é o Sport – afirmou.

Enquanto presidente do clube dos 13, Eurico disse que o Flamengo era o campeão legítimo, e um vídeo com a declaração foi lembrado por rubro-negros nas redes sociais.

A diretoria do Flamengo já se posicionou e informou que vai esperar a publicação da decisão para analisar a possibilidade de entrar com novo recurso.

O julgamento

Não foi uma partida de futebol, mas, por três a um, a Primeira Turma do Supremo Tribunal Federal (STF) declarou o Sport campeão brasileiro de 1987. Para os torcedores, alguns presentes ao plenário, o julgamento foi tenso voto a voto, como se fosse mesmo uma final de campeonato. A maioria dos ministros da Primeira Turma da mais alta corte do país decidiu que é válida a decisão da Confederação Brasileira de Futebol (CBF) de 1987, que declarou o Sport Club do Recife vencedor do torneio, e a decisão judicial do ano seguinte, que confirmou o título.

A decisão foi tomada em um recurso apresentado pelo Flamengo reivindicando o título do Campeonato Brasileiro de 1987. O time recorreu da decisão judicial que proclamou o Sport dono do título. Alegou, ainda, que em 2011 a própria CBF estendeu o título ao time rubro-negro. O relator, ministro Marco Aurélio Mello, flamenguista declarado, votou contra o time do coração quando o julgamento começou, em 2 de agosto do ano passado. Argumentou que a declaração tardia da CBF não tinha validade, porque o Judiciário já tinha definido a questão antes.

Nesta terça-feira, quando o tema voltou ao colegiado, Luís Roberto Barroso, que também é flamenguista, votou pelo compartilhamento do título entre os dois clubes. Para ele, as duas decisões da CBF eram válidas. Mas os ministros Rosa Weber e Alexandre de Moraes concordaram com o relator, encerrando a polêmica.

Fonte: Extra Online

== Escreva um comentário ==

Cartola FC: Liga Oficial Vascaínos Unidos
Participe: Grupo de Debates no Facebook
Curta: Fan Page VU no Facebook
Seja Sócio Torcedor Gigante. Confira os novos planos!