Wagner e Fiorotto falam sobre confronto decisivo de sábado

A semana de treinamentos segue em ritmo intenso na Colina Histórica. O elenco do Gigante do Basquete fez atividade forte na manhã desta quinta-feira (13/04), com o técnico Dedé Barbosa dando atenção especial à parte tática. Durante a movimentação, o comandante treinou diversas situações de jogo.
No próximo sábado (15), às 19 horas, o Vasco recebe o Pinheiros em São Januário para a realização do quarto duelo da série melhor de cinco das oitavas de final do NBB 9. O Cruzmaltino precisa da vitória para forçar o Jogo 5 e, em caso de derrota, está eliminado da principal competição do país. Peça importante no elenco cruzmaltino, o pivô Fiorotto falou sobre a partida que decide o futuro do Almirante no torneio.
– Tivemos uma boa semana de treinos, também importante para que os jogadores se recuperem fisicamente, principalmente os que estavam sendo mais sobrecarregados, com bastante tempo de quadra. Fizemos alguns ajustes táticos. Eles serviram para que pudéssemos enxergar os erros que estávamos cometendo, para que possamos corrigir no jogo de sábado. Sabemos que será uma partida difícil e o ginásio estará lotado, com a torcida empurrando, nos incentivando o tempo inteiro. Com certeza farão uma festa bonita para que possamos sair com a vitória – disse Fiorotto.

image

Wagner na partida contra o time paulista – Foto: Thiago Moreira/Vasco

 

Titular com o técnico Dedé Barbosa, o pivô Wagner também comentou sobre o jogo de sábado. O atleta deu detalhes de como o time deve se portar diante do rival paulista, corrigindo os erros cometidos no duelo anterior e trabalhando em equipe durante os 40 minutos de partida.
– Precisamos jogar coletivamente, tanto na defesa quanto no ataque. É notório que quando conseguimos passar a bola, trabalhar como equipe, nós chegamos ao resultado positivo, com muito atletas pontuando. Precisamos diminuir os erros, pois estamos cometendo muitos, cuidando mais da bola e tendo atenção durante todo o confronto – falou Wagner, que também ressaltou a importância da torcida para que se alcansse o triunfo.
– A torcida é nosso sexto jogador. Pela trajetória que já teve no basquete nacional, é muito claro a importância do torcedor vascaíno. Nós temos que nos sentir apoiados por eles e ver que estão do nosso lado, mesmo com todos os problemas e dificuldades que tivemos no campeonato. Agora é vida ou morte, teremos esta partida fundamental pela frente e temos que vencer para levar para o quinto jogo. Sabemos da responsabilidade e estamos treinados para que possamos fazer uma grande exibição no sábado – completou o camisa 7.
Fonte: VASCO.com.br

== Escreva um comentário ==

Cartola FC: Liga Oficial Vascaínos Unidos
Participe: Grupo de Debates no Facebook
Curta: Fan Page VU no Facebook
Seja Sócio Torcedor Gigante. Confira os novos planos!