Eurico Miranda veta emissora de televisão em São Januário após críticas

O presidente do Vasco, Eurico Miranda, proibiu a ESPN Brasil de entrar em São Januário. Com a atitude, nenhum profissional da emissora de televisão fechada pode participar da cobertura diária do clube.

O imbróglio começou depois que o apresentador Rafael Ribeiro criticou o mandatário vascaíno durante um programa da emissora no último sábado. Na ocasião, o jornalista comentou a comemoração, para ele exagerada, da classificação obtida para a final da Taça Rio, após empate contra o Flamengo. O clube publicou em seus canais oficiais o grito de “Casaca” puxado por Eurico Miranda.

“Gostaria de deixar registrado meu protesto em relação ao que nós acabamos de ver. O Vasco já teve esse cântico exaltado em momentos muito mais propícios. Classificação para uma Taça Rio que não vale absolutamente nada, nem para o Campeonato Carioca, é assinar embaixo dos ‘antis’ que dizem que o Vasco acabou”, disse Ribeiro durante o ‘Bate-Bola’.

“Eurico recentemente esteve aqui e falei ‘isso aqui é Vasco’. Não é que eu defenda. Se tiver que meter o pau, serei o primeiro a fazer isso. Isso aqui que ele fez não é Vasco, pelo amor de Deus”, afirmou o apresentador.

Ao saber das declarações na segunda-feira, a diretoria do Vasco enviou e-mail para a ESPN Brasil comunicando que a emissora não poderia mais entrar nas dependências de São Januário. As equipes não puderam trabalhar no local já nesta terça-feira.

De acordo com o ‘UOL’, a emissora confirmou o veto, respondeu o e-mail do Vasco solicitando que a entrada dos profissionais seja liberada e afirmou que vai tratar do caso envolvendo o apresentador Rafael Ribeiro internamente.

Fonte: O DIA

 

== Escreva um comentário ==

Cartola FC: Liga Oficial Vascaínos Unidos
Participe: Grupo de Debates no Facebook
Curta: Fan Page VU no Facebook
Seja Sócio Torcedor Gigante. Confira os novos planos!