Dono de CT de Itaguaí reclama dívida do Vasco de R$ 350 mil

Pedrinho Vicençote, ex-lateral-esquerdo e dono do centro de treinamento utilizado pelas categorias de base do Vasco entre 2012 e 2014, acusa o clube de dever cinco parcelas da dívida referente ao aluguel do espaço.

Segundo o empresário de jogadores, o pagamento de R$ 350 mil, referentes aos meses de dezembro, janeiro, fevereiro, março e abril, está atrasado. Na última sexta-feira, o clube teria depositado R$ 70 mil referentes a novembro e fez com que Pedrinho adiasse a decisão de entrar na Justiça para receber o que o Cruz-maltino deve:

– Sigo no aguardo que me paguem o que devem. Estava pronto para acionar minha advogada (Luciana Lopes, filha do presidente da Federação de Futebol do Rio, Rubens Lopes), mas como sinalizaram que querem acertar o pagamento, decidi esperar.

Procurado pela reportagem, o vice-presidente jurídico do Vasco, Paulo Reis, não foi encontrado para comentar o suposto atraso.

Em janeiro de 2015, Pedrinho Vicençote reclamava uma dívida de R$ 2 milhões deixada pelo presidente Roberto Dinamite. Posteriormente, ele entrou em acordo com gestão Eurico Miranda para que o passivo fosse quitado. No balanço financeiro do Vasco de 2016, consta uma dívida de R$ 857 mil.

Fonte: EXTRA

== Escreva um comentário ==

Cartola FC: Liga Oficial Vascaínos Unidos
Participe: Grupo de Debates no Facebook
Curta: Fan Page VU no Facebook
Seja Sócio Torcedor Gigante. Confira os novos planos!