Venda de Luan, do Vasco, reforça patamar de negócios no futebol do Rio

Luan será vendido ao Palmeiras e o Vasco perderá seu principal zagueiro, em uma negociação que deverá render ao clube aproximadamente R$ 10 milhões, referentes aos 55% dos direitos econômicos que possui. Se os valores se confirmarem, o jogador reforçará um patamar de negociação dos clubes do Rio nos últimos anos, tratando-se de jogadores de defesa.

Cada grande da cidade negociou um zagueiro de 2014 para cá. O primeiro foi Dória, companheiro de Luan na seleção sub-17. Na ocasião, o Botafogo arrecadou R$ 8 milhões do Olympique de Marseille, da França. A fatia do Alvinegro na época era de 30% dos direitos do jogador.

No ano seguinte, em 2015, foi a vez do Flamengo se desfazer da sua revelação da defesa. Samir foi negociado para os italianos da Udinese. Com 50% dos direitos do zagueiro, o clube rubro-negro embolsou R$ 8 milhões.

Antes de Luan, o último zagueiro de destaque do futebol carioca a ser negociado foi Marlon, do Fluminense. Ano passado, o Barcelona exerceu seu direito de compra e contratou o jogador pagando R$ 13 milhões ao Tricolor, referentes aos 70% dos direitos econômicos que o clube possuía.

Vale destacar que Luan será o único dos quatro a ser negociado para um clube brasileiro, o que realça a proposta do Palmeiras. Entretanto, os negócios feitos pelo Vasco e pelos outros três grandes do Rio estão bem abaixo da venda do zagueiro Lyanco, que rendeu ao São Paulo R$ 20 milhões, referentes aos 80% dos direitos.

Já em clima de despedida, o lateral-esquerdo Henrique ressaltou a importância que o amigo teve durante todo esse tempo em São Januário.

– Torço pela felicidade dele. Devo muito a ele, é um irmão para a vida. Fará falta a qualquer time, mas temos outras opções – finalizou.

Fonte: EXTRA

== Escreva um comentário ==

Cartola FC: Liga Oficial Vascaínos Unidos
Participe: Grupo de Debates no Facebook
Curta: Fan Page VU no Facebook
Seja Sócio Torcedor Gigante. Confira os novos planos!