Ainda sem marcar, Luis Fabiano tenta desencantar neste domingo

Em 40 dias de Vasco, Luis Fabiano já foi de tudo, menos fabuloso. Na chegada, foi recebido como o messias que guiaria os vascaínos na travessia do Mar Vermelho. Na crise que antecedeu a queda do técnico Cristóvão, foi o para-raios em defesa do treinador e, mais recentemente, exibiu o velho pavio curto no clássico contra o Flamengo. Falta agora ser o artilheiro. Pela Taça Rio, hoje, às 16h, contra o Nova Iguaçu, em Moça Bonita, terá mais uma chance de fazer o que mais e de melhor se espera dele.

Nesse período, já disputou cinco partidas, sem nenhum gol marcado. Entrou numa equipe em crise técnica e não conseguiu ser a cartada que Cristóvão esperava para se manter no cargo. Viu a troca de treinador ainda no início do trabalho e já conheceu bem o estilo do responsável por ela. Logo que foi recebido pelo Eurico Miranda, ouviu as tradicionais provocações ao Flamengo. Entrou no clima, mas o máximo que conseguiu no clássico foi acertar uma barrigada no árbitro Luis Antônio Silva dos Santos e ser expulso.

Dentro do elenco, a ascensão foi rápida. Com 40 dias de Vasco, virou o dono da faixa de capitão na ausência de Rodrigo, à frente de Nenê. Um dos mais velhos do grupo, rapidamente virou referência para os mais jovens, como Thalles, seu reserva imediato.

Mas em campo, ele ainda não mostrou tudo que a torcida espera. Em quatro partidas pelo Campeonato Estadual, foram apenas quatro finalizações certas. Em forma para jogar, ainda parece estar em uma rotação abaixo dos demais, quando as partidas ganham uma dinâmica mais intensa.

Fonte: O Globo

== Escreva um comentário ==

Cartola FC: Liga Oficial Vascaínos Unidos
Participe: Grupo de Debates no Facebook
Curta: Fan Page VU no Facebook
Seja Sócio Torcedor Gigante. Confira os novos planos!