Erro na súmula coloca em dúvida se zagueiro do Vasco pode ou não jogar

As trapalhadas no Campeonato Carioca não pararam na polêmica arbitragem do clássico entre Flamengo e Vasco no último domingo (26). Um erro na súmula da partida entre o Cruzmaltino e Botafogo coloca agora em dúvida se o zagueiro vascaíno Jomar pode ou não entrar em campo nesta quinta-feira (30), contra o Boavista, em São Januário, às 21h45.

A confusão, apontada inicialmente pelo Sportv, se deu da seguinte forma: Jomar, atuando com a camisa 4, acumulou cartões amarelos nos duelos com o Macaé e o Rubro-Negro, o que o coloca, teoricamente, na situação de “pendurado”.

No entanto, no clássico com o Alvinegro, o defensor, jogando com a 3, foi advertido com um amarelo após um carrinho num adversário botafoguense.

A polêmica então se dá porque, na súmula, o árbitro Grazianni Maciel Rocha o identifica como “Rafael Marques”, mesmo anotando a numeração da camisa de Jomar – 3 – corretamente. (veja abaixo).

Súmula de cartões coloca número 3 como Rafael Marques

O quadro se configura ainda mais confuso já que no documento emitido pelo Vasco antes do jogo, Jomar está numerado com a 4, embora não tenha vestido-a no clássico (veja abaixo).

No documento do Vasco, Jomar aparece com a 4, embora tenha jogado com a 3.

Não escalar por precaução

Até o momento da publicação desta reportagem, o Vasco ainda não havia se posicionado oficialmente se irá ou não escalar Jomar para o duelo desta noite contra o Boavista. Nesta quarta véspera de jogo, porém, o clube divulgou a lista de relacionados onde consta o nome do zagueiro.

A Federação de Futebol do Rio de Janeiro (Ferj) alega que seguirá o que está na súmula e a procuradoria-geral do Tribunal de Justiça Desportiva (TJD) – embora admita que há argumentos de defesa para os dois lados – recomenda que o Vasco, por precaução, não o escale.

“Eu ainda não tomei conhecimento de toda a situação mas, ao que parece, vai depender do Boavista entrar com uma notificação ou não caso se sinta prejudicado. A cautela seria não colocar para evitar problemas futuros. O Vasco tem sua parte administrativa que tem seus controles. Se realmente existe esse risco, não deveria colocar”, declarou ao UOL Esporte o procurador-geral do TJD, André Valentim.

Fonte: UOL

== Escreva um comentário ==

Cartola FC: Liga Oficial Vascaínos Unidos
Participe: Grupo de Debates no Facebook
Curta: Fan Page VU no Facebook
Seja Sócio Torcedor Gigante. Confira os novos planos!