Entrevista: O sonho olímpico do zagueiro Luan Garcia


image

 

Vestir a camisa amarelinha é o sonho de todos os jogadores que praticam o esporte mais popular do Brasil. Embora tenha tido esse privilégio nas temporadas de 2012 e 2013, o zagueiro Luan, destaque do Vasco no Campeonato Carioca, carregava dentro de si o desejo de voltar a servir a atuar pela Seleção Brasileira.

Na última sexta-feira (06/03), o jovem de 21 anos viu ser objetivo ser alcançado. O capixaba foi chamado por Alexandre Gallo, treinador da equipe olímpica, para os amistosos contra o Paraguai e o México. A convocação foi festejada pelo jogador, que pretende manter o nível de atuações para garantir um lugar nas Olimpíadas do Rio, em 2016.

– Fico feliz por ter sido lembrado. Tinha uma chama acesa dentro de mim. Sabia que a Seleção iria me chamar se eu estivesse fazendo um bom trabalho. Estou fazendo com a ajuda de todos. Costumo viver cada momento como se fosse o último. Quero aproveitar minha oportunidade, dar meu máximo e deixar uma boa impressão para ser chamado mais vezes – disse o zagueiro.

Devido aos compromissos com o time canarinho, Luan não estará à disposição da comissão técnica para os jogos contra o Boavista (26) e o Botafogo (29). Apesar de não poder contar com um de seus titulares, o treinador Doriva não escondeu a alegria ao falar sobre o assunto. Para o profissional, a convocação do camisa 4 foi bastante merecida.

– É um jogador que tem feito grandes jogos, uma temporada muito boa. Foi merecimento, pois o nível de performance dele está muito alto. Torço para que ele conquiste um espaço definitivo na Seleção. O Luan precisa fazer o que tem feito muito bem aqui no Vasco. Se ele conseguir, tenho certeza que irá agradar todos – afirmou o comandante vascaíno.

Em São Januário desde 2006, o zagueiro tem outro bom motivo para comemorar. Pela primeira vez, Luan atuará com a camisa da Seleção Brasileira em sua cidade natal. Isso porque o primeiro amistoso da equipe comandada pelo treinador Alexandre Gallo, contra o Paraguai, será realizado no Estádio Kleber Andrade, em Vitória, no Espírito Santo.

– Minha família toda está feliz, pois vão poder me acompanhar de perto. Representar o país no meu estado é um momento que nunca sonhei em viver. Deus tem feito coisas maravilhosas em minha vida. Agradeço por tudo antes de dormir e ao acordar. Espero corresponder às expectativas – declarou o camisa 4.

Fonte: Vasco.com.br

Cartola FC: Liga Oficial Vascaínos Unidos
Participe: Grupo de Debates no Facebook
Curta: Fan Page VU no Facebook
Seja Sócio Gigante. Confira os novos planos!

✠ ✠ ✠ Escreva um comentário ✠ ✠ ✠