Rio Branco-AC e Vasco fazem acordo e adiam jogo pela Copa BR após enchente


Morador arrasta caixa de água em rua completamente alagada da capital acriana
 
 
 
Rio Branco-AC e Vasco não jogarão nesta quarta-feira, em partida válida pela primeira fase da Copa do Brasil. Os dois clubes chegaram a um acordo e decidiram adiar o confronto por causa das enchentes que atingem a capital do Acre. A decisão já foi comunicada e aceita pela Confederação Brasileira de Futebol (CBF), de acordo com a diretoria cruzmaltina. Não há nova data para o duelo ser disputado.

“O jogo está cancelado e não tem nova data para acontecer. Os clubes entraram em acordo porque a cidade está uma calamidade”, explicou José Luiz Moreira, vice presidente de futebol do Vasco, ao UOL Esporte.

O Vasco tinha viagem ao Acre marcada para esta segunda-feira. Com a suspensão do duelo, o técnico Doriva definirá nova programação para o elenco. O planejamento era dar descanso a jogadores mais cansados com a sequência de jogos. Com a estreia pela Copa do Brasil cancelada, o Cruzmaltino ganha tempo para recuperar jogadores importantes para a próxima rodada do Campeonato Carioca.

Rio Branco sofre com cheias

Com o aumento do volume do rio Acre, a prefeitura de Rio Branco decidiu decretar estado de calamidade pública neste domingo. A medida é um pedido de socorro às autoridades do Estado e da União para enfrentar os graves problemas causados por uma das maiores enchentes já registradas na cidade. As aulas estão suspensas até que a situação se normalize.

A prefeitura informou que 14.316 residências foram atingidas pelas águas, afetando diretamente 50.106 famílias em pelo menos 22 bairros –o que soma mais de 150 mil pessoas afetadas. Até o momento, 5.162 pessoas estão divididas em quatro abrigos montados pela prefeitura e governo do Estado. Um quinto abrigo deve ser aberto em breve para receber novos moradores.

Segundo balanço da prefeitura, quatro unidades de saúde e 15 escolas da rede pública municipal também foram atingidas pelas águas do rio Acre.

Os transtornos na capital acriana também afetam o trânsito de carros e pedestres. Após avaliação da Defesa Civil e Corpo de Bombeiros, a ponte Juscelino Kubitschek – conhecida também como ponte metálica – foi interditada no fim da tarde deste domingo. Já na sexta-feira (27), algumas ruas do entorno haviam sido fechadas.

Neste domingo, o prefeito de Rio Branco, Marcus Alexandre (PT), e o governador Tião Viana (PT) realizaram uma vistoria em áreas afetadas pelas chuvas e nas instalações dos abrigos do Parque de Exposições –onde está montado o maior abrigo público para atender às famílias atingidas pela cheia do rio Acre. Na sexta-feira, o ministro da Integração Nacional, Gilberto Occhi visitou o Estado.

Fonte: UOL Esporte

Cartola FC: Liga Oficial Vascaínos Unidos
Participe: Grupo de Debates no Facebook
Curta: Fan Page VU no Facebook
Seja Sócio Gigante. Confira os novos planos!

✠ ✠ ✠ Escreva um comentário ✠ ✠ ✠