Herói do clássico, Luan explica por que bateu pênalti e homenageia filho


Luan Vasco X Fluminense (Foto: Andre Durão)

 

O zagueiro Luan surpreendeu a todos ao pegar a bola para bater o pênalti que ele mesmo sofreu na vitória por 1 a 0 sobre o Fluminense, neste domingo, no Engenhão. Explicou que não pediu para cobrar à toa, afirmando treinar a jogada frequentemente em São Januário. Aproveitou também para dedicar o gol ao filho (a) que vem aí. Inclusive, o (a) homenageou na celebração.

– Isso é treinamento. Sempre treinamos eu, Marcinho Bernardo. Eu pedi para bater e fui feliz. Um gol para o meu filho. Minha esposa está gravida de dois meses, não sei se é menina ou menino, mas já está trazendo felicidade para a minha família. Estava devendo isso pra torcida. Meu primeiro gol foi no comecinho, em 2013 ou 2012. E personalidade a gente tem que ter. Agora estamos devendo uma grande atuação em casa – afirmou, já pensando no jogo do próximo sábado, contra o Bangu, às 16h, em São Januário.

O primeiro gol de Luan como profissional, do qual tinha dúvida se foi marcado em 2012 ou 2013, ocorreu 29 de setembro de 2012, na vitória vascaína por 2 a 1 sobre o Figueirense.

Questionado a respeito das reclamações de Fred, que afirmou que o próprio Luan teria pedido para nunca mais colocarem Luiz Antonio Silva Santos para apitar jogos, o zagueiro cruz-maltino desconversou. Afirmou, aliás, que o pênalti sofrido por ele foi indiscutível.

– Fizemos o que o Doriva propôs num jogo bem intenso. Se tivesse que ter um vencedor, teria que ser a gente. O juiz poderia ter deixado o jogo correr mais, o pênalti foi pênalti, então não tem o que falar – encerrou.

Fonte: GloboEsporte.com

Cartola FC: Liga Oficial Vascaínos Unidos
Participe: Grupo de Debates no Facebook
Curta: Fan Page VU no Facebook
Seja Sócio Gigante. Confira os novos planos!

✠ ✠ ✠ Escreva um comentário ✠ ✠ ✠