Doriva elogia domínio do Vasco e tira lição: ''Temos que jogar sempre assim''


doriva vasco classico flu entrevista (Foto: Edgard Maciel de Sá)

Doriva se mostrou extremamente satisfeito com a atuação do Vasco na vitória por 1 a 0 no clássico com Fluminense, neste domingo, no Engenhão. Em sua primeira vez no estádio, o técnico afirmou ter presenciado um “grande jogo” de sua equipe. Ao definir a postura do Cruz-Maltino, disse que o time conseguiu administrar a posse de bola e criar boas chances durante quase todo o confronto.

– Muito positivo. Primeira vez que entro no Engenhão, e fomos felizes. Fizemos um grande jogo, com muito empenho e gana. Acredito que isso tenha feito a diferença. Montamos uma estratégia de acordo com aquilo que nós víamos nos jogos do Fluminense. Conseguimos ter êxito. A gana e a participação de todos tanto na hora de marcar, quanto na hora de atacar, foi diferencial. Conseguimos ter a posse durante todo o tempo. Em alguns momentos apena o Fluminense foi melhor, mas dominamos na maioria das vezes e criamos mais chances. Fizemos de pênalti e poderíamos ter marcado antes – disse o treinador.

Fora o gol de pênalti de Luan, o Vasco ainda teve outra penalidade não marcada (sobre o atacante Gilberto no primeiro tempo) e ainda acertou o travessão do goleiro Diego Cavalieri duas vezes. Uma exibição que fica de exemplo para o restante do campeonato, segundo Doriva.

– Estamos felizes e satisfeitos com o desempenho da equipe. Não foi simplesmente uma vitória. Soubemos dominar o jogo, ser aguerridos, com espírito, correu 90 minutos, criou chances. O que fica dessa partida é o espírito. Temos que jogar sempre assim. Se conseguirmos, teremos uma equipe competitiva – analisou.

O resultado fez com que o Vasco retornasse ao G-4 do Campeonato Carioca. Agora o Cruz-Maltino ocupa a terceira colocação, com 14 pontos, dois a menos do que o líder Botafogo. O elenco folga nesta segunda e se reapresenta na terça-feira, em São Januário. Na próxima rodada, no sábado, a equipe cruz-maltina recebe o Bangu.

Confira a íntegra da entrevista:

BOLA PARADA

O Vasco não é só isso. Logicamente que é um extra ter uma bola parada forte. Temos muitos com qualidade na batida e hoje ainda não contamos com o Bernardo. Mas durante o jogo fomos bem, circulamos a bola, tivemos a posse, marcamos o adversário, tivemos supremacia. Claro que alguns jogos serão decididos na bola parar e se temos homens que a sabem utilizar isso é importante.

ARBITRAGEM

Lamentamos os erros, as discussões. Clássico é sempre recheado de adrenalina. Mas temos que ter equilíbrio. Tem que manter o nível de concentração. Minha cobrança aos atletas foi essa: iniciar e terminar com 11. Conseguimos.

GILBERTO

Ele deu um ”plus” ao time. Aumentou o nível de competitividade. É um atleta que não desiste, que briga pelas bolas aéreas, que tem força. Nos ajudou nesse jogo e tenho certeza de que vai nos ajudar muito na sequência do campeonato.

MEIO-CAMPO

Acho que foi ótimo. Conseguimos reter a bola, girar bem. Tínhamos uma estratégia por conta das linhas de marcação do Flu, que sobre muito quando a bola está sendo girada no campo do adversário. O Flu te esse hábito de adiantar as linhas. Claro que rifamos a bola algumas vezes, mas fomos bem e criamos situações de gol.

JULIO DOS SANTOS

Foi muito bem, fez uma partidaça. Deu muita qualidade ao time. Na minha visão, foi um dos principais jogadores do Vasco nesse jogo. Tem entrado muito bem nas partidas, dado mais qualidade principalmente no passe. Julio tem aproveitado bem as chances e está se credenciando para virar titular.

GUIÑAZU SUSPENSO

É por conta da volúpia dele, um jogador que não dosa, joga sempre 110%. Nem vale a pena falar para ele dosar. Por isso precisamos de um elenco grande. Temos jogadores para substituí-lo.

YAGO

É um jogador muito rápido. Quando a gente está propondo o jogo, normalmente a defesa está postada e não tem espaço nas costas. Yago tem que jogar na velocidade. Claro que vamos utilizá-lo. Mas em alguns momentos preferimos um jogador com outras características por cauda disso.

ATUAÇÃO

Estamos felizes e satisfeitos com o desempenho da equipe. Não foi simplesmente uma vitória. Soubemos dominar o jogo, ser aguerridos, com espírito, correu 90 minutos, criou chances. O que fica dessa partida é o espírito. Temos que jogar sempre assim. Se conseguirmos, teremos uma equipe competitiva.

RESPOSTA PARA AS CRÍTICAS?

A gente aceita as críticas. Sabemos que é preciso absorvê-las e tirar proveito. Temos trabalhado muito e estamos progredindo. A vitória traz confiança para seguir o trabalho. Temos que estar atentos. Não adianta ganhar do Flu e depois tropeçar. Precisamos manter esse espírito para ter uma sequência positiva.

SEMANA LIVRE

É importante trabalhar um pouco mais com os atletas que estão jogando menos. Também serve para descansar os atletas. Temos que corrigir algumas coisas. Sempre importante, ainda mais depois de uma vitória como essa. O ambiente fica bom e leve. Vamos aproveitar bem.

Fonte: GloboEsporte.com

Cartola FC: Liga Oficial Vascaínos Unidos
Participe: Grupo de Debates no Facebook
Curta: Fan Page VU no Facebook
Seja Sócio Gigante. Confira os novos planos!

✠ ✠ ✠ Escreva um comentário ✠ ✠ ✠