Jogos do Rio Branco contra Remo e Vasco devem ter pelo menos 30 PMs


Funcionários da Arena da Floresta, durante limpeza das arquibancadas para receber jogo entre Atlético-AC e Real Noroeste-ES, pela pré-Copa do Brasil (Foto: Quésia Melo)

 

Enquanto a equipe do Rio Branco se prepara para disputar jogos decisivos, a Polícia Militar (PM), elabora o plano de segurança que será usado durante os jogos do Estrelão pela Copa Verde, torneio no qual enfrenta o Remo neste domingo (22), e também na Copa do Brasil, em 4 de março, quando o time acreano duela joga contra o Vasco.

De acordo com chefe de comando da Polícia Militar de Rio Branco, coronel Ulysses Araújo, não há preocupação com as torcidas organizadas, pois estão proibidas de entrar na Arena da Floresta. Por isso, um efetivo mínimo realizará a segurança dentro e fora do estádio. Ao todo três guarnições fazem o policiamento na arquibancada, enquanto que a companhia de choque do Batalhão de Operações Especiais (Bope) fica responsável pela segurança dos juízes e jogadores dentro do campo.

– Além desses apoio, iremos utilizar outras três guarnições de giro fazendo a segurança externa, com o ajuda de mais duas forças táticas. Não estamos preocupados com a torcida organizada nesse primeiro jogo contra o Remo, mas tivemos uma conversa inicial com relação ao jogo contra o Vasco – conclui.

Fonte: GloboEsporte.com

Cartola FC: Liga Oficial Vascaínos Unidos
Participe: Grupo de Debates no Facebook
Curta: Fan Page VU no Facebook
Seja Sócio Gigante. Confira os novos planos!

✠ ✠ ✠ Escreva um comentário ✠ ✠ ✠