No Vasco, Doriva admite cobrança de diretoria e afirma: ‘Tomara que seja um divisor de águas’


Doriva

 

O primeiro resultado adverso do Vasco na temporada não passou batido em São Januário. O técnico Doriva admitiu que foi cobrado pela diretoria depois do empate com o Barra Mansa em casa, na última quarta-feira. Na quinta, o presidente Eurico Miranda disse publicamente que o time não tinha jogado “absolutamente nada” na véspera.

– Sempre trabalhamos na direção de fazer um futebol vistoso, envolvente e de vitórias. Sabemos que estamos no início no projeto, mas a cobrança vai sempre existir. A cobrança interna também existe, com os jogadores. Acho que faltou sim um pouco mais de competitividade – admitiu.

Para o treinador, a cobrança que existiu depois do jogo pode servir de ponto de partida para uma arrancada do Vasco no Carioca.

– Esse jogo pode ter sido um divisor de águas. Temos de encarar dessa forma, para criarmos um time competitivo. Temos de mudar a nossa atitude. Foi boa essa repercussão interna que tivemos – afirmou.

Fonte: Extra

Cartola FC: Liga Oficial Vascaínos Unidos
Participe: Grupo de Debates no Facebook
Curta: Fan Page VU no Facebook
Seja Sócio Gigante. Confira os novos planos!

✠ ✠ ✠ Escreva um comentário ✠ ✠ ✠