Vasco encaminha ofício às autoridades e diz não reconhecer principal organizada do clube


Torcida está em guerra interna
 
 
Por meio de um comunicado postado em sua página no Facebook, o Vasco informou que não reconhece mais a torcida organizada Força Jovem “enquanto perdurar a suspensão imposta pela Justiça e os seus conflitos internos”.

O ofício foi encaminhado ao Grupamento Especial de Policiamento em Estádios (GEPE) e à Federação de Futebol do Rio de Janeiro (Ferj).

O conflito entre os grupos da torcida organizada é antigo. Na Justiça, o grupo atual venceu a eleição para presidir a facção. A prisão de alguns líderes após barbárie em Joinville, na partida ente Vasco e Atlético-PR, no fim de 2013, fortaleceu a oposição e acirrou a crise .

Ano passado, a disputa esquentou com a eleição para presidente do Vasco. A atual diretoria apoiou Roberto Monteiro. Já a oposição ficou com Eurico Miranda. O ápice foi a batalha no lado de fora de uma convenção de Eurico, com direito a tiros e facadas.

Reeleito, o dirigente nega que esteja abastecendo de ingressos o grupo aliado no pleito. E lavou as mãos sobre o conflito em curso:

— Desde que a briga não seja dentro do Vasco, isso não me afeta em nada.

Confira o comunicado na íntegra:

“Tendo em vista as investigações desenvolvidas pelo Ministério Público, pela Polícia e pelo Poder Judiciário, o Club de Regatas Vasco da Gama comunica que, por decisão de Diretoria, não reconhece a torcida Força Jovem, enquanto perdurar a suspensão imposta pela Justiça e os seus conflitos internos.

Esta comunicação foi encaminhada através de ofício à Federação de Futebol do Rio de Janeiro, ao Gepe- Grupamento Especial de Policiamento em Estádios – e ao Ministério Público.

Fonte: Extra

Cartola FC: Liga Oficial Vascaínos Unidos
Participe: Grupo de Debates no Facebook
Curta: Fan Page VU no Facebook
Seja Sócio Gigante. Confira os novos planos!

✠ ✠ ✠ Escreva um comentário ✠ ✠ ✠