Na volta ao Rio, Vasco lamenta tropeço e mira arrancada até a Copa


Felipe Bastos desembarque Vasco (Foto: Raphael Zarko)

 

Com poucas palavras, o time do Vasco desembarcou nesta noite de quarta-feira no aeroporto Santos Dumont, no Rio. Após o sofrido empate em Teresina contra o Sampaio Corrêa – o gol de empate de Guilherme Biteco saiu no fim do jogo para os vascaínos -, o time treina nesta quinta e sexta na cidade antes de fazer nova viagem. O Vasco enfrenta o Joinville, em Santa Catarina, no sábado, e viaja direto para Bragança Paulista, onde enfrenta o Bragantino, na terça-feira, pela Série B. Na bagagem de mais um deslocamento vascaíno, a responsabilidade de recuperar os pontos perdidos no último jogo, em que o mando de campo era vascaíno.

Na sétima posição, o Vasco tem oito pontos e uma campanha irregular, com aproveitamento de 53,3% dos pontos disputados em cinco jogos na Série B. O líder América-MG, com um jogo a mais, tem o dobro de pontos dos vascaínos. Fellipe Bastos, que saiu no meio do segundo tempo, disse que a sequência de cinco jogos até a paralisação da Copa do Mundo será fundamental para o restante da temporada.

– Precisamos de uma sequência boa até a Copa. Assim, vamos ter tranquilidade para trabalhar – disse o volante.

Entre as dificuldades citadas pelos jogadores no desembarque, o campo de dimensões reduzidas em Teresina e o entrosamento com mais uma partida recheada de desfalques ganharam espaço nos lamentos do time.

– Desfalques sempre fazem falta, ainda mais para o nosso time, que vinha de uma sequência boa, mostrava entrosamento desde o Carioca. Mas temos elenco para recuperar isso – lembrou Bastos.

Fonte: Globoesporte.com

Cartola FC: Liga Oficial Vascaínos Unidos
Participe: Grupo de Debates no Facebook
Curta: Fan Page VU no Facebook
Seja Sócio Gigante. Confira os novos planos!

✠ ✠ ✠ Escreva um comentário ✠ ✠ ✠