Carlos Germano diz que daria chance para Fábio e Hélton no gol da Seleção


carlos germano vasco treino caxias do sul (Foto: Marcelo Sadio / Vasco.com.br)
 
Carlos Germano é um dos maiores goleiros da história do Vasco. Campeão Brasileiro e da Libertadores com o clube, credenciou-se para disputar a Copa do Mundo na França, em 1998. Hoje trabalhando como preparador de goleiros no clube cruz-maltino, ele diz que não se surpreendeu com as escolhas de Felipão para defender a meta brasileira na Copa 2014, mas que teria dado chance a dois ex-vascaínos: Fábio e Hélton.

O técnico da seleção escolheu Júlio César, Jefferson e Victor para serem os goleiros do Brasil na Copa. Germano diz que já esperava por esses nomes pelas convocações anteriores de Felipão, e que a torcida brasileira deve apoiar os que foram escolhidos, principalmente Júlio César, que deve ser o titular.

– Acho que foi uma boa escolha. Não teve nenhuma novidade, foram convocados os goleiros que já vinham sendo chamados. A gente tem que torcer agora para o Felipão fazer uma boa escolha, e pelo que parece é o Júlio César que vai ser titular.

Mas Germano deixa claro que esperava por esses nomes pelas regularidades com que vinham sendo convocados. Se nesse momento não seria sensato mudar, o ex-goleiro vascaíno teria dado oportunidades a outros que também passaram pelo Vasco e que, na sua opinião, mereciam ter sidos convocados mais vezes para agora estarem na Copa.

– Como ele já vinha convocando esses goleiros, não tínhamos dúvida que seriam esses. Mas eu teria dado uma oportunidade ao Fábio lá atrás. E também ao Hélton, que está jogando no Porto há seis anos, é capitão da equipe, joga Champions League e Copa da UEFA, é um grande goleiro e da idade do Júlio César. Acho que são dois goleiros que o Felipão poderia ter olhado com mais carinho e dado mais oportunidade – defende.

 
Carlos Germano Brasil 1996 (Foto: Getty Images)

Talvez parte da torcida brasileira concorde com Germano. Júlio César, o mais provável para assumir o posto de titular na Copa, foi um dos nomes mais contestados da convocação de Felipão. Depois que saiu da Inter de Milão, o goleiro passou por times de menor expressão, como o Queens Park Rangers, da Inglaterra, e atualmente está no Toronto, do Canadá, além de ter passado um tempo sem atuar por nenhum clube. Apesar do momento não ser o melhor da carreira de Júlio, Carlos Germano deposita confiança nele.

– Quando esteve na Inglaterra ele esteve muito bem. Apesar do time não ser de ponta, ele apareceu bastante. Pecou só no período que ficou sem clube, que aí é ruim. Mas ele vem em atividade no Toronto, que é um clube que nenhum no Brasil tem a estrutura que eles tem. O mais importante é que ele está jogando, não está parado, e acho que foi uma boa escolha – finaliza.

Fonte: GloboEsporte.com

Cartola FC: Liga Oficial Vascaínos Unidos
Participe: Grupo de Debates no Facebook
Curta: Fan Page VU no Facebook
Seja Sócio Gigante. Confira os novos planos!

✠ ✠ ✠ Escreva um comentário ✠ ✠ ✠