Basquete: Francisco Vilanova, diretor da modalidade: 'É o segundo esporte mais importante do clube"


O Vasco está de volta ao basquete. Após sete anos longe das quadras, o clube de São Januário reativou a equipe adulta e tentará reescrever uma história de sucesso na categoria já na próxima semana, no Cariocão 2014. A novidade, por sua vez, já é projeto antigo na Colina. O diretor-geral de basquete, Francisco Vilanova, revelou que a busca pelo retorno já é um sonho antigo do Cruzmaltino e, agora, o objetivo é voltar a crescer no cenário nacional. 
 
“Sempre tivemos essa vontade e agora arrumamos uma maneira viável de participar do Cariocão. Estamos fazendo as coisas com os pés no chão, teremos ajuda de grandes amigos e colaboradores para estar estável no cenário nacional. Tivemos nosso primeiro contato interno nesta segunda-feira e já estreamos na próxima semana. O tempo de treino está sendo menor que os adversários, mas queremos muito conquistar esse título para dar passos ainda maiores já no segundo semestre”, disse. 
 
A antiga era de ouro do basquete vascaíno, que já contou com craques como Charles Byrd e José Vargas, é uma das referências para que o novo projeto dê certo. Resgatando alguns velhos conhecidos para organizar a nova equipe, Francisco mostra confiança no sucesso dos planos cruzmaltinos: “Consegui trazer o Mauro Ribeiro de volta para ser o nosso coordenador. Ele foi um dos responsáveis por todo aquele processo vitorioso do passado vascaíno e é uma referência em termo de basquete. As coisas estão caminhando muito bem nesse início. Contratamos alguns jogadores e outros ainda vão chegar mais para frente, como Marcelo e Diego, que estiveram no Tijuca no ano passado”. 
 
O recomeço cruzmaltino, no entanto, não foi fácil para sair do papel. Os problemas financeiros existentes em São Januário era uma das maiores preocupações para que os planos pudessem evoluir. A conversa do departamento de basquete com o presidente Roberto Dinamite foram produtivas e colaboraram para um bom início e, agora, nem mesmo as eleições que irão acontecer ainda neste ano parecem assustar a categoria. 
 
“Sabemos que o Vasco atravessa um momento de dificuldades financeiras, mas tivemos uma conversa com o presidente e ele autorizou uma verba que fosse viável para o clube. Temos nossos colaboradores e queremos muito ganhar o Carioca para conseguir patrocinadores ainda maiores para o futuro. Quanto às eleições não vejo muitos problemas, pois conheço os nomes que vão concorrer ao pleito e sei que eles aprovam essa tentativa do Vasco em se reerguer no basquete. É o segundo esporte mais importante do clube e com uma grande história vitoriosa”, disse Francisco, que já admite pensamentos até sobre uma futura presença no NBB.
 
“Nosso objetivo é ver o basquete do Vasco voltar a crescer. É claro que pensamos até na própria NBB, esperamos sim conseguir futuras conversas e tenho certeza que se emplacarmos isso não será difícil. Temos Flamengo, Macaé, Fluminense e até o próprio Botafogo, com um investimento menor… Ter um time de nome de volta ao cenário nacional é importante e queremos muito revitalizar a força do basquete carioca”, acrescentou. 
 
Fonte: O Dia
Cartola FC: Liga Oficial Vascaínos Unidos
Participe: Grupo de Debates no Facebook
Curta: Fan Page VU no Facebook
Seja Sócio Gigante. Confira os novos planos!

✠ ✠ ✠ Escreva um comentário ✠ ✠ ✠